quinta-feira, maio 17, 2007


MENTES PERNICIOSAS…


O projecto de Lei que estabelece que o cônjuge que não deseje manter-se casado poder, a qualquer momento, pedir o divórcio sem ter que provar a culpa do outro e não ter que chegar a acordo, só poderia partir da bancada dos bloquistas. Só umas mentes como as destes troskistas e maoistas envergonhados poderia nascer tal ideia. É como fosse estabelecido um sistema e serviços de “Divórcios na Hora”.

O casamento não é um acto que se pratique de ânimo leve. O casamento não é um convite para jantar ou, meramente, para namorar.
A proposta dos bloquistas visava o direito que qualquer conjugue teria de se separar sem motivo aparente. Ou porque se apaixonou por outra pessoa ou porque não lhe apetece mais estar casado. E como se fosse “tipo América”. Conhecemo-nos, jantamos e vamos a uma agência casar. Depois de uma noite mal dormida vamos, na manhã seguinte, a uma outra agência e separamo-nos. Cada um para seu lado e só depois é que chegamos à conclusão de que nem sequer sabíamos como se chamava a pessoa com quem casamos.

Podem-me vir dizer que a proposta do BE não era isto que pretendia. Não era – acredito – mas ia dar a esta situação mais dia menos dia.
È como as uniões de facto entre pessoas do mesmo sexo. Isto já conseguira. Agora, querem o casamento e logo a seguir a possibilidade de adopção de crianças. È um jogo em cadeia de resultados.

Até o mais simples dos contractos oficiais obriga a parâmetros para que nenhuma das partes possa romper o acordo sem motivos aparentes. E trata-se de contractos comerciais ou de meros acordos. Para os bloquistas, o casamento passaria a ser um mero contrato que, a qualquer momento e sem motivo, um dos subscritores poderia renunciar sem o acordo da outra parte. Ficaria numa escala abaixo dos contratos comerciais ou de acordos.

Mas isto não é novidade nenhuma vinda de políticos que pretendem destruir todas as estruturas sociais e tradicionais. A família – para eles – é um objecto dejecto. Não tem sentido nem dignidade. Os filhos não passam de um mero brinquedo ou fruto de um descuido sexual. Por isso o fervor ao aborto praticado sem motivos de ordem física e aconselhado por clínicos.
Mas não é só isto. Vivam as drogas livres e as salas de chuto.
O que será que vem a seguir?
Desta gente pode vir tudo. Tudo lhes é permitido. Fazem parte do sistema onde são uma peça fundamental.
Manuel Abrantes


Comentários:
Essa "raça" já não tem explicação. Estamos no centro de uma trágica batalha cultural. Francamente preocupante.
 
Como já se sabe para estes comunas a Família é uma instituição a derrubar... já Lenine o dizia.

E com os portugueses que temos hão-de conseguir, que estes mentecaptos querem a utopia de um Portugal sem restrições... droga, vidas humanas, casamentos, ect...
 
COMUNISMO É MENTIRA, ALEIVOSIA E outros QUEJANDOS MAIS ! Seus seguidores ??? que também se podem chamar de COMODISTAS não perdoam. TUDO PARA ELES ! NADA PARA OS OUTROS ! Ou melhor só DESGRAÇA para os outros !

TE ARRENEGO SATANÁS ! VADE RETRO SATANAS !!!
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]