domingo, junho 17, 2007


NO PAÍS DA DEMOCRACIA E DAS AMPLAS LIBERDADES
OU UMA CÓPIA “FUTEBOLEIRA” ?

Está a levantar alguma celeuma os debates entre candidatos à Câmara de Lisboa.
A SIC já anunciou que irá realizar um debate apenas com o que entende serem “os principais candidatos”. Ou seja: PS-PSD-CDS-BE-PCP e os independentes: Carmona Rodrigues e Helena Roseta. È como se existisse uma I Liga na política e uma II Liga ou Divisão de Honra.
Ficam de fora Pinto Coelho do PNR, Garcia Pereira do MRPP, Manuel Monteiro do PND, Quartim Graça do Partido da Terra e Gonçalo da Câmara Pereira do PPM.

Para os principais órgãos da comunicação social já estão eleitos e seleccionados os componentes da I Liga do Campeonato de Lisboa: António Costa do PS, Fernando Negrão do PSD, Telmo Correia do CDS, Ruben de Carvalho do PCP, Sá Fernandes do BE e os independentes - que já foram dependentes do PS e do PSD - Helena Roseta e Carmona Rodrigues.

E, isto, não se irá resumir apenas aos debates. Vamos assistir – já estamos! – às noticias diárias na pré-campanha e no período eleitoral que os principais serviços noticiosos irão fazer, sistematicamente, aos candidatos da I Liga da política Nacional.

Os da II Liga, ou Divisão de Honra, irão ser remetidos por um ou outro debate (mas com todos, tipo Taça de Portugal) e poderão, até, ter algum tempo de antena no Canal 2 a horas impróprias para que não tem pachorra, nem tempo, para ver televisão. È como a transmissão de alguns jogos da II Liga ou Divisão de Honra.

Depois, na noite das Eleições, lá iremos ter a hipocrisia dos comentadores a dizer que “são sempre os mesmos” e que no espectro político Nacional não aparecem novas ideias nem novos políticos.
Aliás, para aparecer na política Nacional só há um caminho: filiar-se num dos partidos da I Liga. È como no futebol. Quem se queira impor no mundo da bola tem de jogar em qualquer clube que dispute a I Liga e, assim, poder ter a sorte de em vir a alinhar num dos três grandes.
A única diferença aqui é que na Politica só há dois “grandes” e no futebol há três.

È ridícula esta comparação?
Então pense um pouco…
Manuel Abrantes

Comentários:
E vou pensar. Bom domingo e um abraço.
 
É a democracia a funcionar em pleno.

Tenho esperança que apareça por aí alguma associação dos pobres e oprimidos a berrar face à descriminação que se verifica.

Na televisão publica não pode haver candidatos de primeira e de segunda.

Todos têm direito ao mesmo tempo de antena e não me refiro aqui ao período que antecede o telejornal.

Interponham uma providência cautelar.

Não comam de sono!

Portugal sempre.

AP
 
é uma vergonha a pseudo democracia em que vivemos , ja nas anteriores eleiçoes , alguns candidatos se mostraram desrespeitados pelas escolhas que os meios de informaçao fizeram o que originaram discriminaçoes (é o caso do pctp mrpp). passados alguns anos continuamos na mesma . o que me admira é essa roseta que quando estava no poleiro manteve-se calada que nem uma rata mas agora que ja se sente oprimida , vem por a boca no trombone ! gostava de saber se ela tambem concorda que os restantes candidatos tambem sao vitimas desta repressao democratica ou so ela é que escapa !
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]