domingo, julho 15, 2007

ELEIÇÕES EM LISBOA

NÃO FOI O PS QUE AS GANHOU
FOI O PSD QUE AS PERDEU
-analise aos resultados feita à 22 horas de Domingo


Infelizmente a grande vendedora destas eleições foi a abstenção.
64 por cento é um recorde. Isto não esquecendo os 4 por cento dos votos nulos e brancos. E, não podemos acusar a praia como a grande responsável. Até porque, o dia não convidou, em tempo climatérico, para um dia à beira mar.
Não podemos acusar as férias. O cansaço e o descrédito dos cidadãos face as politicais é a grande causa do abstencionismo. E não vai ficar apenas por estas eleições. Vão seguir-se os novos capítulos desta telenovela do caça ao voto.

Como as sondagens o previam, António Costa, é o novo presidente da Câmara Municipal de Lisboa.
Sem a maioria absoluta – como pedia – o candidato socialistas tem agora de resolver as politicas de aliança para governar a Câmara. Até porque, vai encontrar pela frente uma Assembleia Municipal de maioria social-democrata e uma maioria de presidentes, também sociais-democratas, na Juntas de Freguesia.

Contudo, há um facto novo. A “mão” do Governo está, agora, sentada na cadeira do poder em Lisboa. Vamos ver qual será, a partir de agora, as posições governamentais no apoio à autarquia lisboeta. Até ao momento, foi de bloqueio completo. Agora, que tem o seu delfim como presidente, pode ser que mude de estratégia.

O PSD de Marques Mendes caiu em completa desgraça. Deixou cair o seu ex-candidato, Carmona Rodrigues, que se sitiou à frente do candidato oficial do partido.
Negrão, não soube transmitir uma mensagem credível para que o PSD continua-se a gerir os destinos da Câmara de Lisboa
Não nos podemos esquecer que Santana Lopes já ganhou eleições, nesta mesma Câmara, com uma margem de 42 por cento.

Outro dos grandes derrotados foi o CDS/PP. Não elegeu nenhum vereador.
Tal como o Paulo Portas disse na noite eleitoral “houve dispersão de votos à nossa direita”. È um facto, o Partido Nacional Renovador (especialmente este) e o Partido da Nova Democracia vão, paulatinamente, roubando-lhe votos.
O CDS ainda não percebeu que não é de mãos dadas com o sistema que volta a impor-se no espaço político. O CDS ainda não percebeu que não soube, nos últimos tempos, ocupar o seu verdadeiro espaço político. O CDS, que teve a coragem de ser o único partido que, em 2 de Abril 1976, votou contra uma Constituição que apontava o Socialismo como caminho politico para Portugal, anda, agora, à procura de rumo.

MESMO COM A ABSTENÇÃO PNR DUPLICA OS VOTOS

Quanto aos Nacionalista do PNR.
Foi um esforço contra tudo e contra todos. Mesmo sem o apoio da comunicação social, o candidato José Pinto-Coelho, soube marcar presença nos poucos tempos de antena que teve.
Algo é certo: - José Pinto-Coelho viu a sua imagem de político Nacionalista reforçada. Soube estar à altura em todos os momentos em que foi chamado para debates e entrevistas. Soube estar na altura de um leader e demonstrou ter futuro politico, possuindo a coragem de dizer o que muitos pensam mas não têm coragem para o dizer.

Pinto Coelho, mesmo sem ser comentador oficial nos grandes canais televisivos – como é Manuel Monteiro do PND- ficou à frente, em número de votos (1501), em relação ao mediático leader da Nova Democracia, que se ficou pelos 1118 votos

Contudo há ilações a tirar:
Há um futuro que se vai fazendo paulatinamente. A mensagem Nacionalista vai passando de dia para dia. O partido vai crescendo. Isto é um facto! Mas o seu crescimento pode ser muito mais rápido se souber libertar-se da imagem que a comunicação social lhe dá de grupo de radicais extremistas. O PNR terá voz activa quando o eleitorado perceber que o único extremismo que defende é a honradez dos seus dirigentes, o amor à Pátria e o respeito pela instituição Família.
Quando isso suceder: A vitória é nossa. Ou seja, é a vitória do Povo de Portugal.


O RIDÍCULO DOS EXCURSIONISTA POLÍTICOS

Bem tentaram os jornalistas da SIC em reportagem encontrar entrevistados lisboetas na festa do PS.
Foi ridículo !!!
Os “pobres” entrevistados não se coibiram de dizer que foram convidados a virem de excursões, organizadas pelo PS, à festa de Lisboa. Muitos também não se coibiram em dizer que nem sequer sabiam para o que vinham.
“Disseram-nos para vir passear a Lisboa”, dizia uma “socialista” alentejana.
Era gente de todo o lado menos de Lisboa.
Simplesmente ridículo.
Manuel Abrantes

Comentários:
...Quando isso suceder: A vitória é nossa. Ou seja, é a vitória do Povo de Portugal...


---» A FN já entrou na curva descendente... e o comentário de Jean-Marie Le Pen [jornal Correio da Manhã, 2007-04-23] foi: «... aparentemente os franceses estão satisfeitos com a sua situação, eu pensava o contrário...»
---» De facto, quem anda - feito OTÁRIO - a perder tempo com Palhaços-Éticos... mais tarde ou mais cedo... vai chegar à conclusão de que andou/anda a fazer figuras tristes: a sua Identidade está condenada a não conseguir sobreviver no Planeta.


Nota 1: Os Palhaços-Éticos (leia-se a MAIORIA dos europeus) nunca provaram serem capazes de constituir uma sociedade sustentável (ou seja, uma sociedade dotada da capacidade de renovação demográfica) sem ser à custa da repressão dos Direitos das Mulheres (nota: mulheres tratadas como úteros ambulantes)... e hoje em dia... querem andar a curtir abundância de mão-de-obra servil imigrante, e querem andar a curtir a existência de alguém que pague as pensões de reforma... apesar de... nem sequer constituírem uma sociedade aonde se procede à renovação demográfica!!!

Nota 2: Com o fim da repressão dos Direitos das Mulheres... a capacidade de renovação demográfica sumiu-se...

Nota 3: Face ao avanço da Inquisição Mestiça, é URGENTE, ante que seja tarde demais, reivindicar o LEGÍTIMO Direito ao Separatismo.
 
Foram eleições viciadas, à la Bush, tal como as de 2001, e todas as outras. Por issas e por outras é que não sou democrata. Livra!
 
...é que não sou democrata...

---» Qual é o interesse da Democracia... quando a MAIORIA da população está-se a borrifar para a preservação/sobrevivência da sua Identidade: a MAIORIA ('dignos' herdeiros das sociedades exploradoras de escravos do passado) adora efectuar negociatas de lucro fácil à custa de aleinígenas (leia-se não nativos).
 
Não houve um milagre para o PNR mas sem dúvida alguma este está a crescer e a ganhar o seu espaço, por isso está no trilho dos vencedores. O Pinto Coelho já é figura conhecida de mérito e coragem e tem tudo para chegar longe e por isso só desejo força e coragem a ele e ao amigo Abrantes.
 
Perderam todos. Excepção ao Pinto Coelho, ao Garcia Pereira e ao Carmona. Em absoluto, perdeu o sistema, felizmente, e o POVO começa a mostrar-se.
Abraço.
 
Com menos meios, ganhou mais que o Manél-demoliberal.
E com muitos mais meios o Correia-de-transmissão também não chegou a vereador.
 
"Mas o seu crescimento pode ser muito mais rápido se souber libertar-se da imagem que a comunicação social lhe dá de grupo de radicais extremistas"

O senhor devia ir dar cursos aos partidos nacionalistas de todo o Mundo, pois isso que afirma nessas duas ou três linhas já por eles foi exaustivamente tentado e no entanto continuam a ser apodados de "fascistas" pela comunicação social. Veja-se o caso de Le Pen, citado anteriormente.

Sinceramente, poderia ganhar rios de dinheiro, se registasse a patente e distribuísse essa sua fórmula mágica pelo Mundo.

Cumprimentos
 
O líder do PNR apontou em diversas entrevistas os seguintes objectivos: ser o mais votado dos pequenos partidos, alcançar a meta do 1%.

O PNR não conseguiu nenhum desses objectivos, alguém devia assumir responsabilidades.

O PNR não se liberta da imagem de grupelho extremista enquanto o líder não deixar de se passear pelos mercados (e outros locais de campanha) acompanhado de carecas que desde pequeninhos a única coisa que aprenderam a escrever e a pensar politicamente é: «morte aos pretos».
 
Óh Duarte se estás preocupado vai também acompanhar o líder do PNR. Vocês falam muito e mandam bitaites mas não levantam a peida da cadeira.

Se fizessem em toda a vossa vida o que o líder do PNR faz numa só semana pelo partido já não era mau.

Além disso só uma pessoa muito tapada é que não percebe que o PNR está a lançar os alicerces fundamentais e as pessoas já começam a identificar o partido e a imagem do líder e isso está a trazer votos. Esperem para ver.

Além do mais o líder do partido vai às feiras e onde ele quiser acompanhado por quem quiser. E ele nunca escondeu que os carecas são uma parte do partido que está aberto a toda a gente, por isso se queres mandar bitaites começa por aparecer e ajudar.
 
Este comentário foi removido pelo autor.
 
«O PNR não conseguiu nenhum desses objectivos, alguém devia assumir responsabilidades»

Eu concordo em absoluto com essa competente análise. E mais, como nenhum dos partidos atingiu os seus objectivos, deviam todos 'assumir responsabilidades' - ou seja demitirem-se todos.

Não só tudo o que é militante mas também, e sobretudo, dirigentes. Ou seja, no fundo seria começar tudo de novo, como se estívessemos num novo Abril, mas desta vez à maneira.

Na minha ideia o Monteiro passaria a líder do CDS, o Carmona do PND, o Portas do PSD, o Sócrates do CDS. E por aí fora.

Até que ficava tudo mais arranjadinho e condizente com a praxis de cada um.

No PNR teria de ser uma pessoa extremamente competente, daquelas que sentem realmente a política e que apreciam como ninguém a bandeira nacional, e que são um poço sem fundo de análises acertadas a todo o ano. Uma pessoa de elevado carácter e de reconhecidos méritos. Uma espécie de UMM, um todo o terreno da extrema-direita, construído com carroçaria portuguesa, motor timorense, e com mão-de-obra angolana. Uma parceria brasileira só seria possível sem o Lula.

Isso sim, seria verdadeiramente espectacular.

E quanto à primeira medida, a contratação de um designer italiano para escolher a fatiota aos militantes e um cabeleireiro francês para avaliar do percentil capilar de cada um.

Enquanto não se fizer isto, vai continuar tudo na mesma, como foi exemplo essa escandalosa subida de 88%, que como se sabe é extremamente prejudicial e sugere um elaborado estratagema neonazi.
 
Anónimo das 12:52 a imagem é tudo o Duarte têm razão o PNR têm que mudar.
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]