sexta-feira, setembro 28, 2007


FORUM PÁTRIA
VAI DESAFIAR A IMPRENSA A CONHECER O NACIONALISMO


O Fórum Pátria, com 311 inscritos, prepara-se para lançar um repto à comunicação social para conhecer melhor todo movimento Nacionalista.
Segundo o seu responsável “será uma declaração de princípios como também um esclarecimento sobre a actual situação do nacionalismo em Portugal”.
Em carta que será enviada a todos os órgão de comunicação o autor do fórum afirma:
“Têm sido veiculadas diversas notícias sobre grupos, movimentos e partidos associados a ideologias nacionalistas, muitas vezes designados pela terrível designação de “extrema-direita”. Na maioria das vezes a comunicação social procura mostrar o lado negativo destas organizações. Infelizmente, são as más notícias que fazem vender jornais e captam audiência.”

Para o autor do Fórum – que escreve sobre o nome de DuxBellorum – “Existem em Portugal diversas correntes ideológicas que usam o patriotismo como bandeira e a expressão “nacionalismo” como rótulo de identificação. De momento, a única organização legalmente constituída sob a forma de partido é o PNR. Esta facção tem merecido os holofotes da imprensa pelas piores razões: racismo, suspeita de prática de crimes e declarações polémicas. Se por um lado, o PNR tem cada vez mais uma imagem negativa por causa da atracção dos meios de comunicação social por histórias que provocam a catarse do público (sensacionalismo), também é certo que vários militantes do partido em muito têm contribuído para uma expressão negativa do nacionalismo aos olhos do grande público”.

O responsável pelo fórum Nacionalista diz ainda que “se os profissionais de comunicação social levarem a cabo uma investigação séria, com profundidade na colheita de informações e imparcialidade na análise, chegarão à conclusão que os skinheads representam apenas uma ínfima parcela do universo nacionalista. A maior “fatia” de nacionalistas recusa identificar-se com o nacional-socialismo e outros projectos de cariz racial. A maioria prefere doutrinas enraizadas na tradição histórica de Portugal”

O NACIONALISMO COMO ALTERNATIVA POLÍTICA

Esta ideia, e posição, do autor do Fórum Pátria, merece todo o apoio. È necessário mostrar à população, através da comunicação social, que o Nacionalismo não se baseia em radicalismos nem em filosofias políticas do passado.
Não rejeitamos a história nem a tapamos com um pano, como se não tivessem existido, algumas filosofias políticas que deixaram fortes marcas negativas nos povos. A história analisa-se no tempo e no espaço. Isto, quer para o fascismo ou para o comunismo.
Hoje, o Nacionalismo é uma corrente de opinião em crescimento inserida no seu espaço e no seu tempo.
O movimento Nacionalista tem espaço político no contexto actual. È necessário demonstrar que a dicotomia das esquerdas e das direitas já não faz nenhum sentido.
Os Nacionalistas rejeitam qualquer desses rótulos e, muito menos, o rótulo de extrema-direita. O Nacionalismo não alinha por extremismos. Entende que todas as correntes de opinião politica actual têm posições com que concordamos e posições que discordamos.
O Nacionalismo é uma corrente aglutinadora de opiniões.

SAIR DAS CATACUMBAS

O pensamento Nacionalista teve, e continua a ter, a Internet como espaço privilegiado. Aliás, nunca nos concederam mais nenhum na medida em que, a comunicação social, só informa sobre as actividades Nacionalista quando estas têm um cariz pejorativo. E estas actividades nada têm de nacionalistas.
Está na hora de retirar as máscaras – que eu nunca percebi bem porquê – que se usam nos fóruns. E isto a começar, por exemplo, com o autor da carta que irá ser enviada à comunicação social. Ninguém dá crédito a um nome de “DuxBellorum”, ou outros do género, por muito boa vontade tenham. Não olhem para isto como uma critica é apenas um reparo
Aliás, é muito difícil dar crédito a quem usam um nome que não seja aquele que possuiu como cidadão.
O Nacionalismo necessita de nomes e de rostos. Não temos de nos esconder por detrás de nada. Somos – até por princípios ideológicos – mais respeitadores da Lei e da Ordem do que ninguém. Somos gente com nome, com rosto e com uma alternativa política.
Não temos que nos esconder de nada nem de ninguém.
Somos a alternativa com nome e com rosto.
Somos pessoas de respeito
Eu sou:
Manuel Abrantes

Comentários:
Agradeço o interesse pelas questões que levantei neste manifesto, Abrantes. A sua opinião mereceu toda a minha atenção e felicito-o pelo bom senso que tem demonstrado.
Se os nacionalistas não trabalharem no sentido de dar credibilidade à nossa causa ninguém o fará por nós. Infelizmente há ingénuos a mais.

Cumprimentos

DuxBellorum
 
é só paleio e conversa da treta.
e o Sr Manuel Abrantes, como boa pessoa que é, vai na fita dos «duces»
e esse dux representa quem?
os 311? as várias associações de que o docente diz presidir? mas que ninguém ouviu falar
 
Muito bem!

Cumprimentos, amigo Abrantes.
 
Eu não afirmei que presidia a associação alguma. Há alguns exercícios de interpretação do texto escrito para alunos do 5º ano de escolaridade que fariam maravilhas a alguns cibernautas já adultos.
O ponto central dos últimos comentários que teci no ciberespaço é este: sem credibilidade ninguém adquire aliados nem cativa militantes. Seria uma mais valia estabelecer boas relações com as tais associações que referi, mas infelizmente enquanto os hooligans continuarem a usar nacionalismo como bandeira dos seus actos selvagens não há colaboração possível.
É natural que os "celtas" desse mundo não conheçam as associações de monárquicos, salazaristas e conservadores. Elas só se dão a conhecer a gente com conteúdo encefálico.
 
Está na Hora!
Está na hora, de todos aqueles, que se revêem num Nacionalismo verdadeiro de cariz patriótico (mas pode haver nacionalismo sem ser patriótico, vamos defender as pátrias dos outros ou a nossa? O que, não quer dizer que não colaboremos com outros, mas sem interferirmos para que, não interfiram depois connosco), de nos começarmos a unir e a cerrar fileiras, ao mesmo tempo "separar o trigo do joio", não podemos é deixar avançar esta podridão que está a decompôr a Nação, basta de sermos cada vez mais um país do 4º Mundo, ao menos, que ascendamos ao 3º, estamos fartos de corruptos e de oportunistas que tem enchido o cú, à custa da miséria de grande parte do país, dizem-se tão "democratas" e afinal é o que se vê, tachos e mais tachos, diplomas arranjados sabe-se lá como, sem credibilidade, retirando credibilidade aos seus possuidores, apropriação de falsos títulos, enfim cada um a safar-se como pode, estamos num tempo de degradação que faz lembrar a I República, com toda a sorte de sociedades secretas a fazerem disto o que querem, mas afinal foi para isto que houve a Abrilada?
Sinceramente, até era contra o antigo regime, mas depois de ver isto a que estamos a assistir, até devia era ir acender uma velinha a Salazar e pedir desculpa pelas minhas atitudes.
Estou farto, estou mais que farto, estou pelos cabelos, que raio de sorte a nossa, ainda por cima em vez de agirmos todos os que falamos em nome do Nacionalismo, a uma só voz e com responsabilidade para assim obtermos credibilidade, temos o azar de ver para aí us putos que até parece que estão ao serviço do sistema, dizendo e fazendo disparates que só desacreditam o Nacionalismo.
Proponho que nos juntemos e criemos uma associação, que englobe todos aqueles que defendem um Nacionalismo Português, mas sem "folclores" estrangeirados.
Meu amigo Abrantes, tu que tens um Blog bastante equilibrado, que tem imensos leitores e comentadores, podias começar por organizar um núcleo que englobasse os verdadeiros nacionalistas que estão preocupados com a degradação do país, oferecendo desde já toda a minha colaboração.
Podes-me contactar assim o desejares.

Um abraço.
LUSITANO

A bem de PORTUGAL!
 
Amigo Lusitamo.
Espere só mais uns diazitos. Vai ter novidades.
VIVA PORTUGAL
VIVA QUEM VIER POR BEM
VIVA O MOVIMENTO NACIONALISTA
 
Se o PND virar à direita nacional. contem comigo!

uma saudação de braço alto
 
Concordo em absoluto com o texto deste post.Realmente esta na altura de darmos todos a cara,e criarmos um verdadeiro movimento Nacionalista,sem as teorias racialistas dos nazis!Portugal precisa de nós!Podem contar com a Legião Patriótica para qualquer tipo de iniciativa que seja para dignificar o Nacionalismo Português.
 
Marcorijo;
Mais um excelente texto no famoso blog do Abrantes,e realmente tudo o que foi dito está correcto.
Quero também deixar uma palavra de apreço ao Forumpátria e ao seu mentor(Dux),pela imparcialidade e justeza de opiniões que se tem debatido no meio do verdadeiro Nacionalismo Português.
E para finalizar, é acordar os Portuguêses, para que saibam que o Nacionalismo é muito mais do que alguns actos que têm surjido na comunicação social.

cumprimentos
marcorijo
 
Muito bem; o Nacionalismo não se pode confundir com meia dúzia de marginais que profanam cemitérios, e estão nas claques do futebol a promover a violência gratuita em prol de um ditadorzeco austriaco do séc.xx.
E como sabemos estes skins e nazis estão cimentados no pnr.
 
viva a nova democracia

viva o PND
 
Sr.Manuel Abrantes, não ligue às provocações e intrigas dos ditos "amigos" que se sentem atrapalhados, e vá-se lá saber porquê, pelas saídas dos militantes do partido. E ajude a criar um Nacionalismo normal para gente normal.

um abraço
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]