terça-feira, outubro 16, 2007


LIBERDADE DE EXPRESSÃO


Rui Pires da Silva, um jovem líder das “Novas Gerações” do PND, é uma das vozes mais ousadas na intitulada Direita política.
“Estado Novo” recebeu um texto escrito pelo jovem Rui Pires da Silva que, pela sua importância e oportunidade, não podia deixar de o transcreve e publicar.
Para os menos atentos, Rui Pires da Silva, é o autor do bloguer Vougario.


LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Uma vez mais, foi criado um mistério para ninguém o conseguir resolver.
Segundo o presidente do sindicato Nacional de oficiais de polícia (SNOP) (num telefonema efectuado para o programa "opinião publica"da SIC NOTICIAS, na passada sexta-feira), o procedimento que os dois agentes da P.S.P tiveram perante o sindicato de professores na Covilhã fora normal, e não vê nada que possa fazer disto um caso mediático, considerando que os agentes actuaram de «boa fé» e no espírito de serviço público que caracteriza a polícia.

Este caso insólito faz-me lembrar outros casos recentes, mas infelizmente já esquecidos por muitos - vai se lá saber porquê? –, nomeadamente, a demissão da directora do centro de saúde de Vieira do Minho, o afastamento do professor Fernando charrua da direcção Regional de Educação do Norte (DREN), estes, entre muitos outros.
Será que, 33 anos depois de se ter dado lugar à revolução de "Abril" e do povo ter gritado " VIVA A LIBERDADE" nós regressamos novamente a uma ditadura?

Acho alguma graça quando o nosso primeiro-ministro vêm dizer que todos os portuguêses têm direito à liberdade de expressão, mas se alguém diz algo, dento dessa mesma liberdade de expressão é imediatamente afastado para não dizer demitido.
Já não falo no Drº Gonçalo Amaral, ex-coordenador da polícia judiciária de Portimão, sim porque esse simplesmente disse duas ou três verdades e, foi logo convidado a ir para a reforma mais cedo.
O que está em causa é o direito à liberdade de expressão, Portugal é um Estado democrático, mas de democrático para alguns não tem nada.
Liberdade de expressão é o direito de manifestar opiniões livremente. É um conceito basilar nas democracias modernas nas quais a censura não tem respaldo moral. Democracia é uma palavra que vem do grego "demos" que significa povo. Nas democracias, é o povo quem detém o poder soberano sobre o poder legislativo e o executivo.
Agora pergunto, onde está o Portugal democrático?
Onde está o povo que gritou " VIVA A LIBERDADE"?

Rui Pires da Silva

Comentários:
Pueril e ingénuo...
 
Porque?
Devia ter a cabeça rapada?
Ou escrever algo a transpirar ódio por todos os poros?
 
Esta temática é muito pertinente.
E não considero nada pueril ou ingénuo.Bem pelo contrário,é sintoma de intuição politica dos perigos que se perfilham no horizonte,quer nos partidos politicos,quer na sociedade em geral.
Sardoal
 
Para certa gente o que lhes interessa é o bate no preto, a raça, e a raça.
Devem sofrer de psicose aguda
 
Não desistas
 
Sinceramente ,gostei do que o rapaz disse, acho que todos sabem , que a liberdade de expressão, actualmente em Portugal é uma fábula mal contada !!!

cumprimentos´
marcorijo
 
nunca ouvi falar e não sei quem é.
em todo o caso não se admite

VIVA O PND
VIVA PORTUGAL
 
Só aceito a liberdade que era dada no tempo do Dr.Salazar.
Mais que isso é libertinagem.
 
Sr nacional integralista

Não podemos analisar o periodo do Estado Novo transportando-o para os dias de hoje.
A História deve ser analisada no espaço e no tempo.
 
O anonimo que não sabe quem é Rui Pires da Silva deve andar distraido ou então é tanto do PND como eu sou do PCP.
 
Sem querer entra em bajulices baratas o articulistas e pensador nacionalista Manuel Abrantes retirou o pensamento nacionalista das bafientas ditaduras fascistas ou fascizantes.
Gostemos ou não do que escreve e publica neste espaço, o Manuel está a dar um novo sentido ao nacionalismo.
Nacionalismo dentro da democracia e dos princípios da tolerância e da liberdade de pensamento. Uma nova filosofia que, acredito em absoluto, irá ser aceite por muitos portugueses.
Mário Bittencourt
 
LEI LIBERTA RECLUSOS

A primeira consequência da entrada em vigor das alterações às leis penais foi a libertação de reclusos que passaram a estar com excesso de prisão preventiva, devido à redução dos prazos.

VIOLADOR SOLTO

Fábio Cardoso, condenado a 12 anos de prisão pelos abusos sexuais que levaram à morte de Daniel, de seis anos, saiu em liberdade no dia 15 por excesso de prisão.

HOMICIDAS NA RUA

Os três homens condenados a 22 anos de cadeia pela morte do inglês John Turner também saíram da cadeia por excesso de prisão, uma vez que o processo está em fase de recurso.
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]