sábado, dezembro 08, 2007


UM NOVO PARTIDO ?


Nos últimos tempos tem aparecido a ideia de um novo partido. A formação de um partido que, não se identificando totalmente com o pensamento Nacionalista, não andaria muito longe dos princípios que regem as linhas Nacionais-Democratas.

Nesta fase, entendo que é prematura qualquer tentativa de formação de tal partido.
Primeiro, porque as linhas de um Nacionalismo defensor da via democrata, ainda se encontram na fase de discussão e da consolidação das ideias e das estratégias.
Segundo, porque um partido novo requer, logo à partida, uma clarificação de princípios. È o mínimo que se exige a quem se apresenta pela primeira vez, como partido constituído e legalizado, à opinião popular.

Não podemos, nem devemos, apresentar-nos ao Povo de Portugal apenas dizendo que somos Nacionalista. E pronto! Está tudo dito.
Não!
Temos, primeiro, de arrumar e organizar a casa e as ideias. Temos de saber, muito claramente, quais as linhas com que nos apresentaremos.
Sabemos quem somos e o que queremos. Mas temos, primeiro, de encontrar os caminhos.
Até porque, temos um enorme trabalho pela frente: - Desmistificar, de uma vez por todas, a ideia que impera de que Nacionalismo é sinónimo de filosofias totalitárias, racismo e xenofobia.
Sem repor a verdade dos nossos princípios continuaremos no campo dos extremismos e a consequente não aceitação popular às nossas ideias.
Continuaremos a ser os “bombos da festa” para os média terem notícias bombásticas e a dar trabalho a algumas polícias para saberem o que andamos a fazer.

Não se pode avançar com algo sem se ter consolidado uma politica de estratégias e definido, claramente, quais os caminhos a apresentar ao Povo Português.
Para nós, Nacionalista, o Povo de Portugal é soberano!
Em segundo lugar, não podemos pensar num partido que não possua uma conotação vincadamente Nacionalista. Isto se queremos formar um partido Nacionalista Democrático.

Um partido Nacionalista não pode começar por ser uma amálgama de assumidos nacionalistas com outros políticos de ideais muito parecidos, mas diferentes.
Tenho todo o respeito pelos os que se assumem como conservadores, liberais e de Direita. Sou defensor do diálogo e da discussão de estratégias. Sou, defensor, até, que possamos trabalhar em conjunto dentro de uma mesma “casa”. Mas, criar um partido Nacionalista é algo diferente.
Isto, é algo que temos – nós, os Nacionais-Democratas – de ter em atenção no nosso caminho político.
Os Nacionalistas têm de ter em atenção, e consideração, que a nossa linha em formação requer tempo e muita discussão.
Não devemos ter pressa. O tempo corre a nosso favor.
Não temos ambições do poder imediato. Não procuramos tachos nem lugares de poleiro. Não temos, nem devemos, ter pressa.

Seremos poder quando o Povo de Portugal assim o entender e aceitar as nossas soluções; seremos poder quando o Povo de Portugal nos der esse poder nas urnas; seremos poder porque acreditamos no Povo de Portugal e lutamos para que ele acredite em nós e aceite as nossas soluções políticas e de ordem social e moral.

Isto, porque o Nacionalismo não aponta apenas para meras soluções político-económicas. O Nacionalismo aponta para uma nova ordem social, baseada numa sociedade de valores morais onde o cidadão e a família são o pilar de base e não um mero número fiscal.

Tudo isto vai levar tempo. Mas o tempo corre a nosso favor – repito!
Não tenhamos pressa e saibamos encontrar a união de princípios entre nós, porque ninguém parará a história.
Por um Nacionalismo defensor dos Direitos, Liberdades e Garantias dos cidadãos portugueses. Por um Nacionalismo que aponta a Democracia como única via. Uma nova e renovada Democracia, onde o respeito pelos cidadãos seja o seu pilar de base.
Manuel Abrantes

Comentários:
Força Abrantes e Castro! Voçês são a nossa esperança.
Avancem já para o partido que vai salvar Portugal!
 
Sr "brincalhão" e anónimo - só poda ser... - de cima.
Portugal que não se salve a ele próprio porque se estiver à espera dos partidos, bem pode esperar sentado.
 
Marco Rijo ;

Opinião sensata a do Abrantes.

Então onde está a base ideológica para a formação de um novo partido..??
Essa base pode existir ,mas têm que ser em primeiro alicerçada em pilares sólidos, e isso demora tempo, além de muitas oscilações pelo meio.
Formar um partido, só para ser oposição a outros, isso NÃO..!!
Então passaria a ser mais do mesmo, ou seja seria o mesmo daquilo que se critica.
Por isso também digo que é prematuro qualquer partido neste momento, que além do desgaste que provoca a sua fundação, pode ser um "tiro no escuro".

Outra situação e a questão da desmistificação definitiva do conceito Nacionalismo.
Todos sabem que isso demora tempo, até mudar mentalidades e o povo não ver a palavra Nacionalismo, como um bicho papão,xenófobo ou racista.

Por fim, é chegar a um conceito intermédio de equilibrio, do Nacionalismo, do Patriotismo, e do Conservadorismo Cristão e Liberal, pois só assim se vai a algum lado.
E isso demora tempo e desgaste.


cumprimentos
marcorijo
 
Não tenhamos pressa, Marco Rijo.
A história e os tempos correm a nosso favor.
Sejamos sensatos e coerentes com as nossas idéias.
Somos gente respeitadora da Lei e da Ordem.
Somos gente de moral e de honestidade.
Por isso somos NACIONALISTAS.
 
MA
Desta vez o amigo gritou bem alto.
Excelente!!!!!!!!!!!!!!!
R. Nascimento
 
Nas suas linhas gerais,concordo com este artigo.
Apesar de não projectar a formação de uma eventual força alternativa a tão longo prazo-até porque se avizinham muitas novidades-certo é que reina,de momento,porque não dizê-lo,uma certa confusão.
E evidentemente que um partido nacionalista tem que ser feito por nacionalistas(não confundir com idiotas que passam a vida a dizer mal de A ou B.Esses patetas são indesejados em qualquer lado).
José Manuel de Castro
 
e aonde é que se arranjariam as 7.500 assinaturas para o novo partido?
 
Sr picuinhas
È trabalhoso mas não é complicado pelas 7.500 assinaturas.
Mas o "problema" não se coloca nessa situação.
 
O problema de um eventual partido nacionalista, é a possível entrada de nazis-skins marginais nesse partido.
Se no futuro apareçerá um novo partido de cariz nacionalista, a primeira coisa a fazer é bloquear a entrada a essa (skins) gente que corroi em tudo o que toca.
 
Manuel Abrantes
Mais um excelente artigo de opinião.
Acredite o senhor - ou não - está a formar uma nova linha de pensamento nacionalista.
Bem-haja por isso.
 
É verdade que o JPC não se vai recandidatar na Convenção do PNR? Alguem me confirma essa notícia?
 
Um bom princípio, mas temos de ser mais céleres, porque o tempo escasseia!
Um abraço
Magude
 
UM NOVO PARTIDO NACIONALISTA?

Não concordo à partida com a criação de um novo partida de ideologia nacionalista ou de ideal nacionalista se quiserem.
Em primeiro lugar porque não há neste momento e nos mais próximos, penso eu, condições para mais nenhum partido no espectro nacionalista, mal ou bem há o PNR, é um facto, que determinadas ideias por lá florescentes, deram uma imagem negativa do partido e do nacionalismo em geral, e isso contribuiu para o afastamento de muita gente do ideal nacionalista, confundindo-o com outras coisas bem diferentes, mas, e por isso mesmo, não há espaço para investir noutro partido para já.
A questão já colocada, das 7.500 assinaturas, que, noutras circunstâncias até talvez não fossem muito difíceis de arranjar, com o clima criado à volta do nosso ideal, tal não será fácil nos dias de hoje.
Na minha opinião, há um trabalho de "casa" muito árduo a fazer, que passa exactamente pela "limpeza" da imagem do Nacionalismo, retirando-lhe a carga negativa, que alguns, bem como a imprensa ao serviço do sistema, fizeram.
Isto passa por se concentrar os esforços e tomada de medidas por um núcleo que se dedique à estratégia da criação desse novo partido, agora não há dúvida, é que, também não há muito tempo se querem entrar nas legislativas de 2009.
É tudo uma questão de mobilização, e de um tiro certo na muche...
Cumprimentos.

LUSITANO
 
Como diz o Abrantes, o tempo é uma virtude..!!
Neste momento aguardemos o que se vai passar com os partidos pequenos em Portugal.
 
Ó abrantes tem paciencia
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]