segunda-feira, janeiro 07, 2008


CDS/PP QUER SECRETÁRIO DE ESTADO DO COMÉRCIO E INSPECTOR-GERAL DA ASAE A DAREM EXPLICAÇÕES NO PARLAMENTO


O líder parlamentar do CDS/PP, Diogo Feio, em conferência de imprensa, argumentou ainda que a actuação da ASAE tem vindo a ser debatida na praça pública, pelo que está na altura da matéria ser discutida no Parlamento.

“É preciso determinar se temos ou não em Portugal uma Polícia do gosto”, frisou o deputado, dando como exemplos para esta eventual actuação as acções de fiscalização e “talvez um excesso de regulamentação”, desde “as colheres de pau às bolas de Berlim”

Perante isto os democratas-cristãos querem ouvir o inspector-geral da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) e o secretário de Estado e do Comércio, Fernando Serrasqueiro, no Parlamento, de forma a apurar eventuais abusos daquela força.
O deputado centrista defendeu ainda a necessidade de ser discutida a “possibilidade de abusos” por parte da ASAE que possam colidir com “direitos individuais dos cidadãos”.



O excesso de mediatismo da ASAE é nisto que dá. Quem gosta de se exibir na praça pública está sempre sujeito aos devaneios opinativos.
Mas, é mais do que necessário que a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica explique, nos locais próprios, a sua forma de actuar e – pelo que é dado a perceber – a forma fundamentalista de interpretação da sua actividade. Até porque, o seu inspector-geral, tem distribuído opiniões bastante polémicas em órgãos de informação.
A preconização do encerramento de mais de metade dos estabelecimentos hoteleiros no País é uma opinião muito arriscada para quem ocupa um lugar público de tal responsabilidade. Que tenha opinião própria é salutar e tem esse direito. Mas, não o deve fazer enquanto ocupar o lugar que ocupa.
Não vou aqui escrever sobre cigarradas, que no caso foi charutada. E não o vou fazer por um único motivo: - Aqui no “Estado Novo” escreve-se sobre acções políticas e não sobre a vida privada de ninguém.
È que de santos e santinhos está o inferno cheio.
Manuel Abrantes


Comentários: Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]