quinta-feira, janeiro 24, 2008


QUANDO O VANDALISMO É VISTO POR DUAS FORMAS

Bestas quadradas resolveram vandalizar a campa do Professor Doutor António de Oliveira Salazar na cemitério da sua terra natal.
Para a comunicação social isto não passou de um mero acontecimento sem relevância de espécie alguma.
Tudo isto em contraste com o que se passou quando, também outras “bestas quadradas”, resolveram profanar um cemitério judaico.
A comunicação social não se calou e os pedidos de desculpa oficiais não se fizeram rogados. Houve, até, visitas à posterior de membros do governo como forma de se solidariedade para com a comunidade judaica. Houve alguém, que já não me recordo quem foi o dito, que afirmou, numa dessas visitas de solidariedade, que “hoje todos nos sentimos judeus”.

Agora, com a profanação da campa onde repousa o estadista, nem uma palavra.
Bem! Não me vou alongar em comentários.
Apenas deixo este:
-Ah grande estadistas, grande português e homem de honra e de honestidade. Até na morte provocas o medo à cobardia e aos traidores desta grande e gloriosa Nação Portuguesa.
Manuel Abrantes


Comentários:
As amplas liberdades conquistadas em Abril no seu melhor. A verdade está a vir ao cimo, o povo português não aguenta muito mais tempo a anarquia reinante.
Cumprimentos.
 
Tem toda a razão abrantes. Há diferença no tratamento. A pequena diferença que se encontra é que as campas dos judeus foram profanadas por militantes/simpatizantes do seu (ex)partido, e não se sabe se a campa do salazarucho foi profanada por militantes/simpatizantes seja do que for. Mas dou-lhe razão. Diferença no tratamento! E que essa diferença continue. E que você continue a estrebuchar pelo seu salazar. E que zele pela memória desse homem pequeno, que moldou Portugal à sua imagem.
 
Sr anónimo(a) de cima:
Pelas suas palavras podemos analisar o carisma da gente da sua laia
 
Salazar foi um grande homem !!
Apesar de fazer parte da História de Portugal do séc. xx, nunca se devia vandalizar a sua memória.
Agora comparar este acto marginal com um outro acto marginal feito no cemitério judeu é algo surrealista.
Só não entendo o querer comparar a situação por parte de um anónimo deste blog, ou melhor se calhar é por estas comparações com tiques de provocações que esse partido(pnr),está nas últimas.
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]