quarta-feira, janeiro 30, 2008


REMODELAÇÃO GOVERNAMENTAL
VIRA O DISCO E TOCA O MESMO



José Sócrates fez umas alterações nos nomes de responsáveis ministeriais.
Mudou o ministro da Saúde, Correia de Campos, a ministra da Cultura, Isabel Pires de Lima e o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, João Amaral Tomás,
Mudou os nomes. Não mudou de política.
Na Saúde, Ana Jorge já afirmou que irá continuar com as linhas de orientação do anterior ministro.
Então porquê a mudança ?
Correia de Campos não soube enganar os portugueses com palavrinhas bonitas e esquemas políticos que abafassem as políticas economicistas e anti-sociais do governo socialista.
Pura e simplesmente foi só isto. Mais nada.
Na cultura, a antiga ministra não abriu os cordões á bolsa para os devaneios artísticos de uma maioria dominada por gays e lésbicas.
Se calhar é mentira o que acabo de escrever ?
Bem! Como o dinheirinho é distribuído pelo governo e Finanças não vai haver reforço nenhum e a paneleiriçe pseudo-artística vai continuar a chupar nos dedos ( eu disse: nos dedos…). Mas que foi uma vitória dos lobies gays, lá isso foi.
Lembrei-me, agora, de uma celebérrima frase do Professor Doutor Salazar:
- Não tenho dinheiro para os que choram quanto mais para os que cantam.

Na questão dos Assuntos Fiscais continua o tabu na medida de que, João Amaral Tomás, já tinha batido com a porta. Resta saber os motivos.

Pronto! Já temos remodelação. E, como as políticas não vão mudar, resta-nos conhecer os novos nomes para lhes chamar os ditos.
Ah! Só mais uma coisa:
A oposição que tanto reclamava por uma remodelação não concordou.
Olha a grande novidade!
È sempre assim…
E vira o disco e toca o mesmo
Manuel Abrantes



Comentários:
Mais do mesmo.
 
Até que enfim há alguem com a coragem de chamar o nome às coisas
 
Isto é sempre a abrir, saem uns e entram outros,mas no fim é tudo igual.
 
Então isto é normal no Sr.Sócrates, quer tudo á maneira dele.
 
Sr. Abrantes, permita-me que lhe diga que é preferivel estes "sacanas" que estão no poder, do que o partido que o Sr.Abrantes andou a defender que se chama P.N.R., que é um partido que têm elementos racistas e xenófobos.
Devo-lhe dizer que considero muito o que escreve, acho que têm uma boa visão politico-social, mas ideias ditatoriais de regimes ignóbeis e adversos á nossa sociedade eu não pactuo com isso.
Não acha que eu tenho razão,Sr.Abrantes ?
 
Ui, oh anónimo tanta coragem que o Abrantes tem! LOL!
 
Mariana
O PNR tem todo o direito de expor as suas idéias e de as apresentar ao Povo Português.
Cabe ao povo em as aceitar ou não.
Mas para que o povo de Portugal possa escolher livremente é necessário que todas as idéias tenham o mesmo direito de difusão.
O nosso Povo, em termos políticos, às vezes parece "estupido".
Mas - acredite - não é !
Manuel Abrantes
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]