terça-feira, fevereiro 26, 2008


OU CONCORDAS COMIGO OU NÃO HÁ ACORDO

O líder parlamentar do PS, Alberto Martins, afirmou, face ao acordo PS/PSD em relação à nova lei eleitoral autárquica que, ou os sociais-democratas recuam nas propostas de alteração que querem introduzir na lei ou o processo terminará sem acordo.

E está tudo dito. Ou os sociais-democratas concordam com as propostas dos socialistas ou não há acordo.
E quem assim fala é porque não é gago. Um acordo, para os socialistas, é concordarem com eles. Mais nada.

Para os socialistas, o PSD está “refém de uma agenda política estreita, autárquica e populista" acrescentando que os sociais-democratas fazem um "discurso em ziguezague, não temendo romper acordos assinados, a palavra dada, os compromissos livremente assumidos".

Bem, na última afirmação, têm razão. Os sociais-democratas não respeitam os compromissos e a palavra dada.
E, quem se lembrará das promessas do senhor Sócrates na última campanha eleitoral? Não ia aumentar impostos, ia criar 160.000 novos postos de trabalho, não ia criar portagem nas auto-estradas de livre circulação, etc, etc.
E, promessas, leva-as o vento.
Não haverá por aí nenhum vendaval que leve estes politiqueiros da mentira e das falsidades ?
Manuel Abrantes

Comentários: Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]