domingo, fevereiro 17, 2008


UMA EXPLICAÇÃO QUE, PESSOALMENTE, ENTENDO TOMAR

Sou e assumo-me como Nacionalista. E, ponto final!
E o porquê de tudo isto ?
Nos últimos tempos, talvez porque já “cheire” a eleições, têm aparecido intenções de formar partidos nacionalistas ou, não muito longe, dos ideais e princípios na defesa da Nação.
Só que de boas intenções, e comos e diz na gíria, está o inferno cheio.
Um partido Nacionalista não pode aparecer pela mera oportunidade de qualquer momento político. Um partido Nacionalista não aparece, somente, porque se intitula de Nacionalista.
O Nacionalismo não aparece porque alguém se lembrou de fazer um partido com esse nome. O Nacionalismo aparece quando o Povo sente que a sua única alternativa reside na defesa dos princípios dos valores pátrios, da moral e da família.
E- é a minha opinião – a Nação não está, no momento, em causa. O que está em causa são os princípios da sociedade, atacada nos seus pilares de base.
A Nação pode estar a sofrer de ameaças com o federalismo europeu. Mas, e por enquanto, ainda não está sobre a ameaça de perca total de soberania e independência. O federalismo é uma ameaça que urge combater, mas que se pode combater.
Aliás, não estamos sozinhos nessa luta. Os povos da Europa comunitária não estão a dormir, tal como nós também não.
Os povos da Europa comunitária, por mais “dorminhocos” que pareçam, saberão ir dando as respostas convenientes.
È que eu, como Nacionalista, ainda acredito nos povos!

Mas, voltando ao campo do Nacionalismo Português.
O Nacionalismo não pode aparecer aos olhos populares como mais um partido para juntar à panóplia partidária. Mais um para fazer número e para que este sistema se vanglorie das suas aberturas pseudo-democráticas. Mais um para que a comunicação social possa vender noticias momentaneamente e para “bater” e enxovalhar a seu belo prazer.
O Nacionalismo tem de partir das bases. O Nacionalismo não pode aparecer dentro do esquema da partidocracia vigente. O Nacionalismo tem muitas correntes de opinião, caso contrário não é Nacionalismo. E isto não é negativo, antes pelo contrário. O Nacionalismo é aglutinador e não se compadece com divisões.
Quando se defende os princípios da Nação estamos a defender toda a Nação e o seu povo. Não estamos a defender este ou aquele. Estamos a defender todos!
È esta a nossa dificuldade como Nacionalistas. È um facto! E temos de saber assumi-la.
O Nacionalismo não se assume através de um mero partido. O Nacionalismo é um sentimento que tem de nascer das raízes: - O Povo.
E, quando esse sentimento começa a nascer, por necessidade, no seio do Povo está na altura de aparecer gente desse mesmo povo com ideias e propostas claras. E é aqui que devem aparecer os movimentos formados pelas várias correntes de opinião e de estratégia. Estou a falar de correntes de opinião nacionalista e não de um partido.
Mas há a necessidade de um partido ? – Claro que há!
Um partido que seja aglutinador de todas essas correntes de opinião; que consiga juntar todas as opiniões e propostas e as apresente ao Povo.
Um partido Nacionalista é isto. Não pode ser o partido do Zé ou da Maria só para vir à molhada demo-partidária dar um arzinho da sua graça. È que nem chega a dar nenhum arzinho nem têm graça nenhuma.
Por isso, pessoalmente, dou o meu apoio às correntes de opinião, mas sou relutante à existência de um partido nacionalista que não seja a aglutinação de todos essas correntes de opinião. Um partido Nacionalista não deve aparecer para fazer parte de um número. Um partido Nacionalista tem de possuir como cerne a união do pensamento Nacionalista e apresentar propostas de governação e princípios sociais.
Claro que me irão dizer: - Mas já existe um. O PNR.
È verdade! Só que o PNR caiu na imagem do radicalismo, não é aglutinador (antes pelo contrário, e por culpa própria…) e deixou transparecer para a opinião pública um partido de rapaziada vestida de preto e botas da tropa. E, aqui, deixou cair por terra todo o campo político que lhe estava destinado.

Mas, deve o leitor estar a questionar-me: - Qual a solução actual?
Na minha opinião a proliferação de movimentos de corrente de opinião Nacionalista e o partido que apareça – ou que mude o que já existe – não porque alguém pensou em cria-lo mas por sequência e consequência das correntes de opinião e do sentimento popular.
È a minha modesta opinião.
Manuel Abrantes

Comentários:
O Nacionalismo em Portugal é um circo !!
Senão vejamos além das inúmeras organizações e movimentos (TIR,C.I.,M.P.P.M.N.,A.N.(a),etc. e tal.
Agora a nivel partidário é o seguinte :
-P.N.R.-Partido que se assume como Nacionalista ,mas não é mais do que uns garotos de braço esticado ,botas pretas e borbulhas na cara;
-P.N.D.-Um partido de direita conservadora e liberal ,mas aglutina alguns saudosistas minho-timorenses;
-Partido da Liberdade-Um projecto regional da Dra.Susana Barbosa,atiçada pelo ódio ao Dr.Manuel Monteiro neste momento não têm definição ideológica além da ajuda do seu subordinado J.M.Pombal ;
-P.N.P.-Partido Nacionalista Português-Partido em fase de embrião e é um projecto pessoal do Dr.J.M.Castro para continuar a ter protagonismo nos média.

Ora bem o Nacionalismo em Portugal é isto mesmo...hehehehehehe.
Como já não tenho paciência para tanto circo, afastei-me destas áreas.
 
O cerne da questão é que todos sabem que o PNR está moribumdo e prestes a fechar portas.
Pelo que pareçe até já fechou a sede.
Então andam a divagar para saber que lado vai cair o já ridicularizado nacionalismo.
 
Senhor Abrantes eu agradeço que publique este comentário porque não é ofensivo apesar de discordar radicalmente de si.

A questão é que o PNR é de facto o único partido nacionalista e por isso temos que votar nele. Acha que são todos uns rapazinhos de borbulhas ou não haverá lá lá gente que lhe mereça o respeito?
Pois saiba que há lá gente que em vez de passar a vida a falar e a dar opiniões fazem o possível por levar o partido diante e dão o melhor de si. A esses devemos muito.

Por isso voto no PNR!Porque mereçe e porque é puro! Tudo o resto que existe é esterco!

Obrigado.
 
Sr anónimo de cima
(...) Tudo o resto que existe é esterco(...)?
Quem não concorda consigo é esterco ?
È isso ?
Assim não vai (vão) longe...
MA
 
Não concordo plenamente com a análise do Abrantes,aliás na sua linha de ponderação e bom-senso.
E não concordo porque,julgo,parte de uma premissa falsa.
O PNP surge de baixo para cima,é necessidade do povo/eleitorado,e não é uma criação de cima para baixo,de puros quadros,quando não uma pessoa,como é o caso do "clube PND".
Portanto,o seu espaço de intervenção politica já existe,não foi é preenchido responsávelmente.
Sardoal
 
Penso que neste momento o unico movimento nacionalista credivel e com algum conteudo ideologico existente em Portugal é a Causa Identitaria. É em torno da CI que se devem procurar agrupar os nacionalistas, por ser a unica organização viavel e com potencial de crescimento existente na actualidade.
Talvez até possa estar ali o embrião de um futuro partido.
 
Concordo plenamente consigo. Eu também me assumo como nacionalista. Viva Portugal!
Franacisco Pereira
www.falangistacampense.blogspot.com
PF adicionem aos vossos links.
 
"Um partido que seja aglutinador de todas essas correntes de opinião; que consiga juntar todas as opiniões e propostas e as apresente ao Povo."

Muito bonito, mas não funciona. Com todo o respeito, já tinha idade para perceber isso.

Sinceramente, o que difere o seu discurso de uma corrente mais "forte" do CDS-PP? Nada. Rigorosamente nada. Continuam a sonhar com as "lusofonias" (com muito dinheirinho à mistura, claro), numa lógica próxima do Dr. Paulo Teixeira Pinto. Continuam a achar que é Português «todo aquele se que identifica com Portugal» (Gostava de saber o que é isso do "identifica-se"...)

No fundo, apenas vos interessa que estes 90.000 Km2 se continuem a chamar Portugal, mesmo que o povo Português seja obliterado por um processo de substituição por gentes que se "identificam" (!!) com Portugal.

Por outro lado, temos indivíduos que falam do conceito de Raça com pouco sentido científico. Por conseguinte, caiem nos biologismos primários, usando a cor de pele (que pode ser mais morena ou clara) para determinar quem é branco e Português. Desprezam as gentes do sul de França ou os Andaluzes, mas depois olham com exotismo para os Árabes.

Plataforma Nacionalista? Velhos restos.
 
O Sardoal sem dúvida que merecia um prémio: se não para o melhor humorista, porque não consegue sequer ter piada, pelo menos para o melhor paraquedista (logo seguido do Rangel do Pombal, que até foi mesmo Paraquedista).

Quanto ao seu comentário e à crítica à "rapaziada vestida de preto e botas da tropa", mais vale pessoas que vestem mal mas que não abandonam o barco à primeira contrariedade do que pulhíticos que só andam à procura de tacho, não se importando de atraiçoar "camaradas" para atingir os seus objectivos pessoais.

Medite lá bem nisto, senhor Abrantes.

Quanto aos outros, não se esqueçam que a vida não se esgota em partidos nem sequer no chamado nacionalismo. Há outros valores, pelos quais se guiavam os homens que fundaram a Nação, muito mais importantes!

E há muitos por aí que parecem ser indignos, sequer, de usar o título de "nacionalista".

Cumprimentos.

PNR SEMPRE!
 
Só publico a seu comentário para poder-lhe dar esta resposta:

- è com essa mentalidade e tacanhez política que colocaram o Nacionalismo num beco sem saída.
Colocaram, não só o Nacionalismo, como o próprio PNR.
Manuel Abrantes
 
O Nacionalismo já se encontra num beco sem saída, há muitos anos! É um conceito esmagado e ultrapassado pela própria História, sem qualquer aplicação num mundo com tantas direcções.

Continue lá a defender «os valores pátrios, a moral e família» com esse tom paternalista, e,depois, com todo o respeito, não se admire de nunca passar da cepa torta.

Plataforma Nacionalista? Velhos restos.
 
Não me importo de nunca passar da "cepa torta".
Mas continuarei a defender os "valores pátrios, a moral e família», com paternalismos ou sem paternalismo.
Manuel Abrantes
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]