sábado, março 15, 2008

SOCIALISTAS NÃO QUEREM PIERCINGS NA LÍNGUA NEM NOS ORGÃOS GENITAIS


O PS avançou com uma nova proposta de Lei que pretende regulamentar a colocação de piercings e tatuagens.
Os piercings na língua, nos órgãos genitais ou na proximidade de vasos sanguíneos, nervos e músculos vão ser proibidos. Para os menores de 18 anos a interdição é total : "é proibida a aplicação de piercings, tatuagens e de maquilhagem permanente".

Para os socialistas impõe-se uma nova regulamentação face às implicações que estas actividades podem ter na "transmissão e desencadear de doenças".
Infecções, alergias, doenças de pele, contaminação com hepatite B e Hepatite C e HIV são riscos associados a uma má prática na aplicação de piercings

Se as medidas propostas têm consequências sobre os consumidores, a grande fatia das imposições vai para quem presta este serviço. As sanções previstas, que variam de acordo com o incumprimento, de um mínimo de 1500 a um máximo de 45 mil euros, só se aplicam aos estabelecimentos da especialidade e, para isso, lá vai estar a ASAE (tinha que ser…) para fiscalizar e aplicar as sanções respectivas

Não gostando eu de ver gente com piercings nem com tatuagem – especialmente no feminino – aqui está mais uma Lei paternalista.
Esta juventude pode abortar à vontade, enfrascarem-se, consumir drogas em salas de chuto que os senhores socialistas cá estarão para os proteger. Não podem é usar piercings na língua nem nos órgãos genitais.

Já agora quem é que vai fiscalizar se um menor de 18 anos tem, ou não, um piercing nos órgão genitais. Na língua é fácil. E nos órgãos genitais?
Não estão a ver um policia a mandar despir as cuequinhas à menina para saber se tem, ou não, um piercing na “coisa”.
Ou será que vai?
Bem! Isto é ver quem faz propostas de leis mais parvas e sem nexo nenhum.

Concordo em absoluto com a fiscalização às casas da especialidade. Isso concordo!
Regras bem claras e combate aos clandestinos que, com esta lei, vão aparecer em flecha.
Eu não gosto de ver tatuagem nem piercings. Mas, que autoridade tem o governo de entrar no foro familiar ?
Se os pais concordarem que o filho(a) menor use piercings ou tatuagem quem é que os pode proibir?
Então essa tal frase que “a mulher é dona do seu corpo”, que serviu de mote ao aborto, já não se aplica neste caso ?
Sim! Porque se uma menor estiver grávida pode abortar. Não é por ser menor que não o pode fazer e às custas do erário público.
Não querem, também, fazer uma lei em que o pensamento seja proibido?
Já falta pouco.
Manuel Abrantes

Nota final:
Lembrei-me, agora, de uma célebre frase:
-"Dou aos outros o direito de pensarem diferente de mim. Só espero que outros façam o mesmo."
Sabem quem disse isto?
Foi o Dr. Mário Soares

Comentários:
O problema não é o facto de se proibir os piercings na língua ou noutra parte do corpo, o problema está no facto de ir ir dentro duma corrente proibicionista que este governo quer impor, claro que com o apoio da imprescindível ASAE, aliás estou em crer que não faltará muito para que se crie uma ASAE caseira, ou seja que se passe a inspeccionar a casa de cada um, para ver se há também o "rigor higiénico" que exigem nos restaurantes e afins.
Já agora também vão ver aos hospitais, se os médicos e as enfermeiras usam luvas e máscaras quando lidam com os doentes, e ainda, se lavam as mãos a seguir, não será caso disso também?
Se calhar o melhor é esterilizar o doente, assim sempre oferece mais garantias.
Agora na realidade, parece que o que se pretende, é levar este tipo de usos para a clandestinidade, pois a não ser que se use as polícias mais o SIS, a PJ, a Guarda Florestal, a Guarda Marítima, talvez as Forças Armadas em combinação com a imprescindível ASAE, como é que vão fiscalizar as línguas e os "coisos" e as "coisas" de cada um, como é que vão impedir que alguém no seu ninho, não coloque ou faça colocar, um desses apetrechos em qualquer dos locais que se querem "ilegais" para seu uso???
Por outro lado sendo o corpo todo vasculado, quer pelos vasos sanguíneos propriamente, quer pelos canais linfáticos, fora as veias e as artérias, como é que se vai determinar a "proximidade" desses ribeiros da vida, ter-se-ão de fazer sondagens para se descobrir por onde passam?
Deve ser giro, o pessoal para colocar um piercing, ainda fica feito num passador.
Eu acho que afinal, Sócrates sempre quer atingir o seu objectivo da criação dos tais 150.000 empregos, como na realidade não há desenvolvimento real que sustente essa promessa, já os deve ter começado a empregar com "criadores" de ideias, e esta deve já ter sido uma bela criação desse novo "parque de cientistas neurónicos".
Já agora, para quando uma fiscalização ao ar que respiramos em certas partes de Lisboa e doutros locais, será que a ASAE com isso já não se preocupa, será que o ar poluído até faz bem ao pulmões, se calhar faz!
Nós andamos tão sorumbáticos, que o nosso 1º tem de arranjar às vezes umas anedotas para a gente se rir, só espero que o PR não seja tão folião e comece a pôr o cidadão Sócrates a pensar em coisas mais úteis, e acima de tudo, mais viáveis e realmente úteis, para a vida do cidadão comum.
Cumprimentos.
LUSITANO
 
A paranía proibicionista tem destes abortos.
Para além do cómico/trágico,estes abortos legislativos nem se lembram de uma questão elementar:Como saber se o piercing foi colocado antes ou depois da lei?
São autênticos terroristas que dominam o Estado e os Portugueses em vez de uma oposição adequada ,assobiam para o lado ou dividem-se em questiuncúlas.
Estou mesmo a ver:Minha senhora abra as pernas!Somos da ASAE!
Sardoal
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]