quinta-feira, maio 29, 2008


É O BANCO DE PORTUGAL QUE O DIZ:
- AS FAMILIAS PORTUGUESAS ENTRARAM NA ROTURA FINANCEIRA




Segundo relatório do Banco de Portugal o elevado nível de endividamento dos portugueses pode limitar a sua capacidade de ajustamento a crises, numa altura em que as taxas de juro não param de subir. O endividamento dos particulares já atingiu os 129% do seu rendimento disponível anual, ou seja, a dívida total das famílias é superior em 29% ao seu rendimento de um ano, sem impostos.
Segundo o Banco de Portugal, em 2006, este valor era de 123%, o que significa que os portugueses aumentaram as suas dívidas à banca em 11,2 mil milhões de euros, no último ano. A dívida total dos particulares à banca era de 147,9 mil milhões de euros no final do ano passado, ou seja, 91% do PIB.
O Banco de Portugal ressalva, no entanto, que estas famílias têm uma participação relativamente limitada no mercado do crédito. Por outro lado, destaca os "níveis historicamente reduzidos" do incumprimento na carteira de crédito dos bancos, apesar de, no primeiro trimestre deste ano, o rácio de incumprimento ter subido 5,5%, passando de 1,8 para 1,9% dos empréstimos totais a particulares.


O endividamento das famílias, na maioria dos casos, não se deve aos chamados gastos desnecessário.
O aumento sistemático do custo de vida em paralelo com o congelamento dos salários, a precariedade e o desemprego são situações que levam a recorrerem ao empréstimo, especialmente no uso dos cartões de crédito.
E, aqui, as instituições de crédito ganham milhões aproveitando-se da crise.
E, quando alguém começa a usar o crédito para pagar outros créditos é o princípio da rotura financeira.
E o que se passa nas famílias não é diferente do que se passa nas pequenas e médias empresas.
Assistimos a um estrangulamento sistemático na sociedade do trabalho.
Será isto o tal mundo novo?
Manuel Abrantes


Comentários: Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]