quarta-feira, junho 18, 2008


JÁ ESTÁ O BAILE ARMADO


Segundo reza o DN de hoje, alguns sectores sociais-democratas acreditam que Manuela Ferreira Leite possa vir a dar a mão a Sócrates caso este não tenha maioria absoluta em 2009.
A moção que irá levar ao congresso é omissa sobre a matéria, mas fala em "consensos alargados"
É uma teoria que está a varrer os bastidores do PSD, mas que já é comentada como hipótese real nos partidos mais à esquerda do PS.
Caso José Sócrates não obtenha uma maioria absoluta em 2009, o partido agora dirigido por Manuela Ferreira Leite pode surgir como solução governativa, reeditando assim o Bloco Central

Manuela Ferreira Leite garante que o PSD irá apresentar-se sozinho nas europeias e nas legislativas - deixando, portanto, o CDS/PP de fora - e recusa os chamados "pactos de regime". E utiliza, por duas vezes, a expressão "consensos políticos alargados" e chega ao ponto de dizer que "há momentos e, sobretudo, domínios" em que eles "são desejáveis"

Bem! Uma coisa é certa: O PSD com Manuela Ferreira Leite tem todas as condições para retirar a maioria absoluta ao senhor Sócrates.
Isto é uma fortíssima possibilidade.
E, para nós Nacionalista, não há grande problema se Manuela Ferreira Leite se aliar – nem que seja encapotadamente – a qualquer governo socialista.
O bloco central jamais funcionará porque nunca funcionou. Aliás, são como duas crianças grandes a querer brincar com o mesmo brinquedo. Esta possibilidade só pode dar “dor de cabeça” aos restantes partidos do sistema.
O CDS/PP fica órfão e os comunistas (PCP/BE) continuarão sentados nas cadeiras que tanto gostam. Ou seja: na oposição é que é bom para dizer mal de tudo e de todos. É a posição confortável que os comunistas tanto gostam.
Nós, Nacionalistas, devemos continuar paulatinamente na nossa caminhada.
O futuro é nosso. Acreditem nisso!
Manuel Abrantes

Comentários:
O futuro é vosso? Nos blogues, e em circos de rua. De resto, não vos estou a ver com grande futuro.
 
Eu como liberal e Democrata, acho que um pacto central entre PS/PSD,só traz beneficios para Portugal.
E pode-se governar com mais eficiência,acabando duma vez por todas com o monopólio estatal em algumas empresas que se encontram moribundas e partirmos com convicção para este mercado livre e global em que vivemos.
Um bloco central traz segurança e confiança no futuro, pois os nossos verdadeiros políticos fazem um trabalho comum em prol da nação.
Portanto acho que Portugal têm que caminhar no sentido de um entedimento entre os dois grandes partidos Portuguêses.
Só assim podemos caminhar para um futuro promissor.
 
um verdadeiro democrata deveria repugnar a hipótese que significa o pântano do bloco central, seria o interesse de grupo a se sobrepor ao colectivo (ainda mais do que hoje, se tal é possível).
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]