quarta-feira, julho 23, 2008


ENQUANTO O POVO PASSA FOME
A PREOCUPAÇÃO DOS SOCIALISTAS É O CASAMENTO GAY

Com a presença de José Sócrates o novo secretário-geral da JS, Duarte Cordeiro, reafirmou no Congresso que estão empenhados «nesta batalha pelos direitos fundamentais dos cidadãos e cidadãs homossexuais, mas estão cientes de que a alteração da lei se fará através da força reformista do PS e do seu empenho na defesa das liberdades em democracia».

O novo líder da Juventude Socialista afirmou que o casamento homossexual «é uma imposição do princípio de igualdade», acreditando que o PS se empenhará na defesa desta causa.

Em nota conclusiva o líder socialistas acrescentou : «trata-se de uma imposição do princípio da igualdade, trata-se da felicidade de milhares» e que o «casamento não é procriação».


Bem! Quem tem dúvidas sobre os políticos de amanhã pode retirar daqui as suas ilações.
Que interessa a situação caótica que o povo português está a atravessar. Isso não interessa para nada. O importante é a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo.
Para estes futuros ministros, secretários de estado, deputados, gestores, etc, etc o importante é a luta pela aberração do casamento entre pessoas do mesmo sexo.
Acima de tudo gostei dessa : “(…) a lei se fará através da força reformista do PS e do seu empenho na defesa das liberdades em democracia.”
Pronto, já entendi o que querem dizer com “liberdades” e “democracia”.
Não há dúvida nenhuma. Estamos bem entregues…
Manuel Abrantes

Comentários:
Meu
Caro Abrantes,

Mas tu ainda ligas a esta gente, achas que é gente respeitável para se lhes dar crédito???
Meu Amigo, isto não passa de mais uma caminhada para acabar com todos os valores que ainda restam nesre simulacro de sociedade.
Eu apesar de nacionalista, sempre entendi que cada um livre de levar no orífio que entender, desde que na perivacidade da sua casa, nunca apoiei nenhum tipo de perseguição a homossexuais, mas uma coisa é essas pessoas terem o direito de terem o relacionamento sexual que dessejarem, outra é invadirem um domínio exclusivo dos heterossexuais.
a instituição "casamento", não tem apenas a ver com relações sexuais, tem a ver com a "singularidade" de ser "apenas" a célula base da nossa sociedade tal como ela está constituída, o casamento é um acto que consagra a união legal de duas pessoas de sexo difente com o fim de constituirem família, de deixarem uma herança genealógica, até para se saber quem é quem, para que cada um saiba a sua procedência.
Quer se goste ou não, o casamento distingue os homens dos animais, pois só isso permite conhecer a linhagem duma família, não se destina apenas para legalizar a cópula que origina descendência, pois isso não exige nenhum assento legal, daí não me parecer correcto, que se possa permitir o "casamento" entre duas pessoas do mesmo sexo, quando se sabe que tal união não serve para criar, nem para continuação da espécie, nem para nenhuma herança genealógica.
Claro que neste mundo de perversão em que cada vez se navega mais, os valores estão a perder-se e com isso a noção do ético e até do ridículo.
Se conforme afirmam, é também uma processo destinado a proteger os "direitos legais", eu pergunto: mas não há outra forma de resolverem isso, do que utilizarem uma instituição de milhares de anos, que sempre teve como fim, a união de pessoas de sexos diferentes e não apenas para legalizar os tais "direitos legais"?
Será que queremos igualizar aquilo que é diferente, caminhamos para a desqualificação e desconsideração completa do ser humano, passamos a ser apenas um manada de animais que vive e procia ao molho???
Não inicia isso o fim da civilização tal como a conhecemos, justifica-se dar a primazia dos prazeres sobre os deveres morais e sociais?
Porque não legalizar a pedofilia, o incesto, a tortura e coisas semelhantes, não darão prazer a quem as pratica (julgo eu)???
Meu caro, as pessoas nem percebem que estas "amplas liberdades", não visam dar-lhes a verdadeira Liberdade, mas antes pelo contrário, visam aprisioná-las num redil sem princípios nem direitos, em que tal como os rebanhos de carneiros, serão utilizadas a seu bel-prazer, pelos "Senhores do Mundo".
Claro que a estupidez humana é incomensurável e as pessoas nunca conseguem ver para além da rama, depois são caçadas que nem coelhos, mas aí já será tarde.
Um abraço.

LUSITANO
13:25 23-07-2008
 
Sinceramente desconfio de tanto empenho por parte do piqueno da J.S..
Ouvi ele falar na TV sobre os casamentos dos maricons, e parecia mais um porta voz da ILGA do que da J.S..
No entanto muitos"meninos"da nossa praça pública vão ficar muito felizes !

De qualquer das maneiras o país atravessa uma grande crise e eles falam dos casamentos gay para dispersar os assuntos realmente sérios que estão a afundar as familias Portuguêsas.
 
Bem,eles no fundo (é o termo)são iguais ao Sócrates...
Sardoal
 
Em três comentários vocês conseguem fazer uma compilação-tipo dos preconceitos mais comuns. É de antologia.
Mas não vou comentá-los.

Deixo duas perguntas:

1. Se a finalidade da família é deixar descendência, qual o papel nisto tudo dos casais heterossexuais inférteis?
Não são uma família? Deveriam perder os direitos como tal?

2. Qual será a perspectiva dos nacionalistas homossexuais acerca do caso em apreço?
 
Eu sou Nacionalista e do PNR e sou homossexual no entanto sou contra os casamentos gay.
Porque ser homossexual não é ser anormal ,mas a descrição fica sempre bem em qualquer lado.
A homossexualidade sempre existiu e sempre vai existir, faz parte da humanidade,no entanto deve ser levada a sério como orientação sexual e não ser feito "carnaval", querendo que os homossexuais sejam um pretexto para fins eleitoralistas.
Resumindo as familias devem-se manter inalteráveis e heterossexuais e os homossexuais fazendo suas vidas normais e com descrição na sua orientação.
 
Resposta ao nick :"comuna muito perigoso e mau".

1ª-Os casais heterossexuais inférteis têm sempre a opção válida e benemérita da ADOPÇÃO, além de que os tratamentos para a fertilidade hoje em dia já estão muito avançados, e ficaria um casal normal : Homem+ Mulher+Filhos...!!!
É evidente que os casais heterossexuais com problemas de infertilidade são casais normais.

2ª-Em relação aos ditos nacionalistas homossexuais, como é evidente não te posso responder.
No entanto acho na minha opinião que a descrição sempre foi boa conselheira.


Para terminar queria lhe fazer uma pergunta ao nick : comuna.
E o que acha o Comité Central ou o Núcleo duro do P.C.P., sobre a homossexualidade ???
Pergunto isto ,já que se ouve falar que no comunismo (pcp) não toleram a homossexualidade.

E se alguém do Comité Central do P.C.P. for gay assumido , o que lhe aconteçerá...??
 
Caro Comuna,
você percebeu tudo mal, pelo menos no que a mim diz respeito.
Das duas uma, ou eu falei em latim, ou gosta não de discutir os assuntos de uma forma séria, mas em manter polémica, senão vejamos: 1)eu afirmei nalgum lado, que o casamento era apenas para deixar descendência, leia lá outra vez e veja o que está escrito, 2)eu ataquei os homossexuais apenas por o serem?
já agora deixe-me fazer uma pergunta, certamente habita numa casa normal, não é,
e achava normal que se deslocasse um par de cavalos para passarem a viver lá, achava isso correcto???
Os homens tem as suas casas de habitação, os cavalos, em princípio, vivem nas cavalariças, não será?
Pois como casamento passa-se o mesmo, essa instituição foi criada para unir um homem e uma mulher, então não me parece correcto que agora sirva para oficializar união de duas pessoas do mesmo sexo, se querem criar uma instituição para legalizar as suas relações é uma coisa, agora perverter o uso duma coisa que foi criada para um determinado fim, é outra percebe???
Nada tenho com que os homossexuais vivam em comum, que queiram assegurar a transmissão dos bens dum para o outro, etc, é o modo de ver pessoal de cada um, agora não misturem as coisas, eu sou casado com uma mulher não quero estar na mesma instituição daqueles que querem "casar" com pessoas do mesmo sexo, lá voltamos aos cavalos , lá porque alguém gosta de cavalos, não é correcto que leve os cavalos para viver lá em casa, ou que vá viver para as cavalariças para lhes fazer companhia, há normas de comportamento na sociedade, senão porque havemos de impedir que um pai case com a filha, uma mãe com o filho, ou dois irmão casem um com o outro, ou sei lá, porque não um ser humano casar com um burro se isso lhe der prazer, não era o primado daquilo que cada um quer fazer, sobre as normas da sociedade???
Para que havíamos de ter leis, se elas não significavam nada, para que serviam então as legalizações dos pares homossexuais, era perder tempo, é isso que quer, a perversão de todos os princípios???
Voltávamos à idade da pedra, era?
Querem legalizara vossa relação, inventem um nome qualquer, mas tenham tino, não obriguem os outros a aceitar a perversão duma coisa, que não foi criada com esse fim.
Quanto à sua pergunta:

"Se a finalidade da família é deixar descendência, qual o papel nisto tudo dos casais heterossexuais inférteis?
Não são uma família? Deveriam perder os direitos como tal?"

É uma pergunta de antologia dos homossexuais, ninguém é obrigado, pelo facto de casar, a ter filhos, pode-os ter não por opção, ou por outra causa qualquer, mas não queiram por isso, fazer analogias com um par homossexual.

LUSITANO
 
Errata:
no último parágrafo, saiu uma palavra trocada o que pode alterar o sentido do texto, assim:
...«pode-os ter não por opção»..., deve estar:
...« pode-os não ter por opção»...
As minha desculpas.

LUSITANO
 
Gays dentro do pnr, ahahah.
Não tenho nada contra, mas gostava de vêr a carinha dos nazi-skin sobre o sucedido.
 
Os "Nazi-Skinheads" embora basicamente sejam "massa bruta" com Q.I. geralmente baixos -- bom material para ser usado pelos partidos em luta nas ruas --tambem tem sentimentos. Sao humanos !
Muitos sao "Gays de armario" que expressam sua dissatisfacao com a sua condicao e com a sociedade atraves de actuacoes anti-sociais e violentas. Sempre existiram !
Ja era assim no tempo dos "Camisas Castanhas" do Nacional-Socialismo. O seu chefao ate era um grande pederasta que cometeu um erro mortal; o tentar ser mais papista que...Hitler!

Nao creio que a maioria das pessoas se oponha a Homosexualidade em si.
E algo que existe ha milenios e nao creio que haja tratamento que resulte em cura a 100% embora devesse ser mais usado -- o tratamento da condicao homo --do que aquilo que hoje e.

A grande oposicao HETEROSEXUAL que existe e sim contra a "AGENDA & POLITIZACASO " que vem sendo advogada pelos Gays e por aqueles que os suportam -- TODOS os politicos que suportam tal agenda sao "Gays de Armario -- no sentido de lhes ser dado mais poder, direitos especiais e condicoes que os colocam acima dos mais.
Criaram a politica da Victimizacao-Compensacao ( primeiro com os Negros) na America e esta espalha-se agora aos "gays" em todo o Mundo Ocidental decadente.

Felizmente que o ser anti Agenda-Homo nao se limita apenas aos Heterosexuais Ocidentais. Os Islamicos e muitos Povos Orientais sao absolutamente contra chegando a suceder que em paises como o Irao, NAO EXISTEM homosexuais ,segundo o seu Presidente Amehdinajhad afirmou na Universidade de Columbia recentemente em resposta a uma pergunta feita por um aluno 'gay" .

Tolerancia do homosexualismo sim, mas PROMOCAO DA PRATICA & DIREITOS ESPECIAIS PARA OS HOMOS ( homens e mulheres)e o que nao pode nunca ser aceite pelos Heterosexuais.
O resultado final seria a completa dissoulcao da Sociedade. O passado historica ensina-nos que a pratica alargada da Homoexualidade em conjunto com outros factores contribuiram para a queda de varias sociedades brilhantes do passado da Civilizacao Ocidental.
Dai que ate haja reaccoes que podem, em muitos casos, ser ate violentas, mas que sao facilmente entendidas e justificadas.
Renato Nunes
Carolina do Sul, EUA
 
Vamos lá a ver:
Então ser maricas não é algo de louvável?
Não são "iguais a ti"como diz um cartaz que os maricas-do governo-para aí espalharam?
Acho particular piada a um tal autodenominado"comuna muito perigoso e mau"-eu considero simplesmente muito estúpido e inofensivo-que em notável esforço "intelectual"consegue articular qualquer coisa como preconceito ou quejando,palavras que certamente decorou de um programa televisivo para as massas e que julgando "inteligentes"logo papagueia.
Muito pior que maricas são estes burros armados em inteligentes!
Criaturas semi-analfabetas perorando sobre sons e palavras cujo significado mal ou nem conhecem!
Quanto ao maricas do PNR também fiquei curioso...
Sardoal
P.S.E encerrei a discussão sobre este tema.
 
O maricas que diz ser do PNR,deve ser o agitador de serviço do Bloco Esquerda ou do PS e vem para aqui mandar bocas para ar.
Os militantes e simpatizantes não se identificam com essas aberrações da natureza que são os gays,por isso duvido que exista dessa merda no meu partido.

NS88
 
Sr Manuel Abrantes,

Os militantes do PNR, como é óbvio, não vão descer a esse nível de responder a tais provocadores que não hesitam em difamar seja quem for do PNR, o único partido nacionalista português.

Tenho imensa pena que pacto-e com essa gentinha.

cumprimentos
 
Sr anónimo de cima.
Claro que não pactuo com essa gente nem com quem se assume como anti-PNR.
SE eu publico alguns comentários é porque publico, se os reprovo é porque faço censura.
Sou preso por ter cão e preso por não ter.
Da minha perte nada leu com teor ofensivo seja a quem for e, muito menos, ao PNR.
Não sou PNR (já fui) mas mantenho o respeito necessário pelo ùnico partido assumidamente Nacionalista.
E isto já diz tudo.
Manuel Abrantes
 
AVISO À NAVEGAÇÃO

Os cometários de provocação sobre gays, nacionalistas, etc, etc, acaba aqui
MA
 
para ajudar os nacionalistas deixo este link http://www.youtube.com/watch?v=cy-7AoxFEJA&NR=1
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]