terça-feira, julho 15, 2008


OS MEGA INVESTIMENTOS PÚBLICOS
OU A HISTÓRIA DOS “ELEFANTES BRANCOS”

Os mega projectos do TGV e do novo Aeroporto estão, novamente, a levantar dúvidas e a causar celeuma.
Aliás, sempre se discutiu a localização do novo aeroporto e o traçado do TGV mas a sua viabilidade e sustentabilidade foram relegados para segundo plano.
No caso do novo aeroporto, a hipótese da Portela + 1 nem chegou a ser analisada. No caso do TGV os traçados foram de acordo com os interesses dos espanhóis, especialmente os locais de ligação ente os dois países.

No caso do novo aeroporto e, até, da nova travessia sobre o Tejo não coloco interrogações sobre a sua necessidade. Posso colocar – sim ! – na sua oportunidade.

Contudo, coloco sérias interrogações no caso do TGV,
Com comboios de alta velocidade vamos ter mais investimentos económicos em Portugal ? Os espanhóis vão investir mais em Portugal - e vice-versa – só porque têm mais um meio rápido de deslocação ?
Vão deixar de utilizar os meios aéreos para utilizar os meios terrestres ?
A diferença – se as houver … - do preço de uma viagem Lisboa/Madrid no TGV será muito diferente da passagem aérea ?
E quem vai utilizar este meio de transporte ?
Quem o irá pagar, eu sei…

Vejamos um caso do qual tenho experiência própria.
Nas deslocações de Lisboa/Porto, e vice-versa , os utentes habituais estão a utilizar muito mais os transportes rodoviários do que o Alfa.
E porquê ?
Pela diferença de preços. Podemos perder mais de meia-hora mas ganhamos mais de 10 euros em cada viagem.
No caso do TGV Porto/Vigo, que o senhor presidente Rui Rio tanto aprecia, coloco também algumas questões:
- Quantas pessoas o vão utilizar? A uma distância que não chega a 2 horas por auto-estrada, quantas pessoas utilização o TGV ?
E o preço de cada viagem ? E quem são os seus utilizadores ?

Não coloco em causa a necessidade de megas investimentos públicos. Isso irá trazer trabalho. Mas durante quanto tempo ?

Claro que me poderão atirar com o chavão da “modernidade”. Venha ela, desde que não tenha de ser eu ( e outros) a sustenta-la para meia dúzia usufruírem.

Sabe o leitor(a) o que tudo isto me faz lembrar?
- Aquela pessoa que não tem comer em casa mas só veste e calça produtos de marca para esconder a sua, própria, miséria.

Sou um grande retrógrado, não sou ?
Manuel Abrantes

Comentários:
Espero que minha presenca em "comentarios" nao se torne impertinente para ninguem.
Leio este Portal diariamente e acho o conteudo bastante interessante e pertinente dai que frequentemente 'reajo" metendo a minha colherada em certos assuntos.

Sou suficientemente 'velho' para me recordar do que a oposicao a Salazar dizia nos tempos do Estado Novo sobre o fazer...." obras de fachada" !
Eram tudo projectos megalomanos, esbanjamento de dinheiros do erario publico, coisas sem prioridade, etc...etc...

E HOJE?
De que se trata?
Ja alguem fez bem as contas de quanto vao custar estes projectos ?Posso garantir-vos que vao ser TODOS MUITISSIMOS MAIS CAROS do que aquilo que agora se projecta gastar; e um velho truque de todos os politicos quando querem levar avante projectos FARAONICOS de utilidade publica limitada apresentar sempre custos mais BAIXOS do que os que acabam por ter de ser pagos pelo Publico.

E que necessidade premente existe(num pais em CRISE tem de se dar prioridade as prioridaes e onde se obtem maior "R.O.I." --Return On Investment, no capital aplicado ) em Portugal ter um T.G.V.?

O territorio Nacional e pequeno e a populacao nao e densa.
Que justificacao temos para um T.G.V. algo que pode ser util em paise de dimensao grande de superficie e populacao, o que nao e o nosso caso. E so vaidade e falta de bom senso e nada mais.

Reparem que a Escandinavia ( que parece ser a area da Europa com maior equilibrio MENTAL e bom senso !) escolheu ter comboios de qualidade e frequentes em vez de comboios velozes...assim foi na Suecia !..e ali havia dinheiro para construir um TGV!

E em Portugal?
Acontece exactamente o contrario e acho que tal tem que ver com a mentalidade das classes dirigentes portuguesas que gostam de "imitar os ricos" ( os rapazes ha muito que sao todos 'Europeus' de coracao pois detestam ser identificados como Lusitanos!) quando em casa muitos passam fome
e milhoes vivem em pobreza e marginalidade.

Renato Nunes
Carolina do Sul, EUA

Afinal, depois da macacada que foi o 25 de Abril e depois de 30 anos de Democracia ainda nada mudou na mentalidade dos Sacerdotes & Escribas que lideram a Nacao!
Em pouco diferem dos que tinhamos nos tempos do Estado Novo...perdao, sao muito menos honestos !
Como querem eles que o {Povo mude? Abrilada
 
Ref.: Os "Elefantes Brancos"

Caro Senhor Abrantes:

Enviei-lhe um comentario sobre o seu artigo mas ou nao chegou a sua mao ou entao preferiu nao publica-lo.
Se nao tiver chegado e porque o sistema de verificacao de palvras por vezes complica as coisas e aparece 2 vezes para mesma mensagem. Fico as vezes sem saber se a mensagem acabou por seguir ou nao.
Enfim!
Gosto de ler a maioria dos temas que escolhe publicar e consulto diariamente o seu Blog.
Espero que a frequencia com que comunico minhas opinioes nao seja algo inapropriado ou incomodativo.

Obviamente que tem toda a liberdade de decidir aquilo que deve ou nao ser publicado

Melhores cumprimentos de
Renato Nunes
Carolina do Sul, EUA

PS

Prefiro usar ANONIMO so porque e mais simples...
 
Sr e amigo Renato Nunes
Todos os comentários são publicados.
Apenas aqueles que expressam ofensas pessoais ou estão contra as Leis não são publicados.
Não é o seu caso. Antes pelo contrário.

Inicialmente neste blogue os comentários eram directos.
Tive de acabar com o processo na medida em que tinha de estar constantemente a verificar-los.
Imagina os comentários que apareciam...
Agora vêm todos, primeiro, à minha mão e só depois dou "ordem" de publicação.
Com este processo é natural que falhe um ou outro.
Ou por minha culpa ou por deficiência do "blogger".

Se por qualquer motivo "falhou" algum queira repti-lo se issso le for possível.
Um Abraço
Manuel Abrantes
 
Sr Renato Nunes
Já "apanhei" o seu comentário.
Não me chegou via e-mail, redireccionado pelo Blogger, como é habitual.
Fui enconta-lo na pag. de acesso aos conteúdos. Página do próprio sistema Blogger
MA
 
Amigo e Senhor:
Obrigado pela publicacao do meu apontamento e pela explicacao dada.
Compreendo perfeitamente que tenha o bom senso de "filtrar' o que lhe e enviado...facilmente imagino o que sera o conteudo de alguns dos textos que lhe enviam!
Cumprimentos de um seu leitor fiel.
Renato Nunes
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]