terça-feira, agosto 26, 2008


REZAR O TERÇO PELAS VÍTIMAS DO ABORTO

«Tragam um terço e uma vela com copo. Passem a palavra a quantos estejam solidários com a Causa da Vida, a sacerdotes e leigos, a grupos de jovens e outros movimentos da Igreja», », foi esta a mensagem lançada via SMS e via e-mail, para a concentração, ao início da noite de segunda-feira, junto aos hospitais de Faro, Portimão, Leiria, Guimarães e Braga, como forma de rezar pelas vítimas do aborto.
Uma iniciativa que surgiu, pela primeira vez, no blogue do movimento «Portugal pró Vida», mas está já a ser divulgado por outros blogues.
Em Lisboa o encontro foi marcado para junto da Clínica dos Arcos para “rezar o terço por todas as vítimas do aborto”.
Em Julho, vigílias com o mesmo sentido, já reuniram centenas de fiéis em todo o País.
Em Agosto, com a marcação da vigília para junto dos hospitais de Faro e Portimão, os organizadores pretendem «cativar não só os residentes naquelas áreas mas também os turistas que se encontram de férias no Algarve».

NÃO CONFUNDAM A FÉ COM A PARTIDARITE

A iniciativa, coordenada por Luís Botelho Ribeiro do movimento «Portugal pró Vida», está a recolher , também,7.500 assinaturas para entregar no Tribunal Constitucional, criando, assim, um novo partido político.

A forma solidária de juntar fiéis a rezar o terço junto dos locais onde se pratica o aborto é uma iniciativa de louvar e uma forma de manter viva a contestação às práticas obortistas.
Contudo, a ideia de um novo partido não faz sentido algum. Não faz sentido e é uma forma de divisionismo entre os fieis da Igreja Católica.
Afinal, “rezar o terço” por uma causa é defender essa causa ou uma forma de recolha de assinaturas para a formação de um novo partido ?
Assim, uma acção nobre pode ser confundida como mais uma manobra politica/partidária com fins inconfessáveis.
Como Católico não concordo – aliás: discordo em absoluto – com misturas da Fé com práticas politico-partidárias.
A Fé pode não ser apolítica mas o que não deve, nem pode ser, é partidária. A Fé une os crentes .
È essa a força da Fé.
Sempre foi assim historicamente.
Manuel Abrantes

Comentários:
Este blog está cada vez pior, é só beatos salazaretes e afins !!
Abrantes fala mas é da insegurança que se vive no país.
E das dificuldades que vivem os Portuguêses e deixa-te de virtuosismos católicos, que são também legitimos, mas nesta altura há coisas e assuntos bem mais importantes.

Assinado :

Paulinho das feiras.
 
Beatos salazaretes ????
Onde é que viu isso sr(a) anónimo ?
Sabe quantos post tem este blogue publicados ?
_Quase a atingir os mil.
Sou católico - sim Senhor - mas beato. Bem...
Salazarete ?
Deixe-se de merdas
Manuel Abrantes
 
Se esta iniciativa for o que eu penso, pode ter algum interesse. Nada tem a ver com beatices, mas sim com uma forma singular de protesto que foge aos parâmetros da catarse colectiva.
Ir para a rua berrar e colar cartazes é o tipo de iniciativa para a qual o regime hegemónico está preparado. Quando se utilizam formas alternativas de protesto, a oligarquia raramente sabe como reagir.
Durante a guerra do Vietname houve uma movimento cívico que protestava diante do pentágono fazendo meditação em silêncio. Para os governantes que estão habituados (e até gostam) de ouvir berros, o silêncio é verdadeiramente angustiante.
Outro exemplo, muito mais complexo, é o da "resistência passiva" de Ghandi. Não se combate o opressor usando os seus métodos (violentos), mas sim conduzindo-o a uma negação existencial.

Dux Bellorum
 
Deixem-me ver se percebi. Orar pelas vítimas dos abortos... E que tal orar pelas vítimas da Igreja Católica ao longo de séculos de obscurantismo e escolástica? Pois. Percebo a inconveniência. Que diria Jesus Cristo se pudesse regressar e observar-vos de terço em riste a perorar contra mulheres, homossexuais e restantes criaturas espúrias - ateus incluídos - que ousam ter o topete de não bater com a mão no peito aos domingos na eucaristia para nos dias subsequentes honrar a condição de hipócrita, "pecando" como os demais? Higiene intelectual. Eis o que faz falta à humanidade.
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]