quarta-feira, outubro 22, 2008


ASAE RETIRA NORMAS SOBRE AS FLÔRES NOS CASAMENTOS



Da Defeso (Associação de Defesa Social) recebemos a seguinte noticia:

É com satisfação que a Defeso-Associação de Defesa Social constata que na sequência da acção judicial oportunamente instaurada para o efeito, a ASAE retirou do seu site as confusas normas que pretendiam regulamentar ou limitar a colocação de flores naturais nos casamentos, substituindo-as agora por uma clara permissão na utilização dessa decoração, como se pode ler no site daquele organismo consultando "flores".
Com efeito, tal mudança deve-se à acção da Defeso e à manifesta ilegalidade do anteriormente estipulado pela ASAE que assim se antecipou a uma mais que provável condenação pelo Tribunal.
A Defeso aguarda agora que as instâncias se pronunciem sobre o outro pedido relativo à não constitucionalidade da ASAE como órgão de policia criminal.
O Presidente da Defeso
José Manuel de Castro

Na minha opinião não podíamos esperar outra coisa, por parte da ASAE, que não fosse a clarificação deste assunto.
A proibição das flores naturais nos casamentos, só porque poderia o “fluxo de ar passar dessas zonas para as zonas consideradas limpas, como a cozinha”, não lembraria a ninguém.
Era uma advertência sem fundamento na medida de que as cozinhas dos restaurantes também têm portas e janelas por onde entram, e saem, todo o tipo de fluxos de ar.
Quem tomou a iniciativa de publicar tais advertências, ou não tem a noção das realidades ou está a publicar advertências apenas por publicar.
MA


Comentários: Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]