segunda-feira, outubro 20, 2008

CAMPANHAS ELEITORAIS VÃO CUSTAR 70.5 MILHÕES DE EUROS

Segundo o orçamento da Assembleia da República as campanhas partidárias para as três eleições previstas para 2009 - europeias, legislativas e autárquicas - vão custar 70,5 milhões de euros
Das três, a campanha para as eleições autárquicas é a mais cara (57.797.550 euros), seguida das legislativas (8.520.000 euros) e europeias (4.260.000 euros).
Estas subvenções estão previstas na lei do financiamento dos partidos e das campanhas eleitorais, revista em 2003.
Em 2009, os sete partidos com representação parlamentar vão receber, no total, 17,2 milhões de euros de subvenção anual, dependente do número de votos obtido nas eleições legislativas.

A Democracia partidária é “muita bonita” mas custa-nos os olhos da cara.
Sim !!!
Porque é do erário público que saem todas as despesas que o Estado tem de sustentar. E os senhores e senhoras deputadas não se coíbem em gastar o que for necessário, e desnecessário, quando se trata das campanhas eleitorais.
Claro que é das campanhas eleitorais que vêm os lugarezinhos para serem preenchidos. È a vidinha dos senhores – e das senhoras – políticos que está em jogo.
È a roda da fortuna da democracia partidária.
Não sou contra a existência dos partidos. Antes pelo contrário!
Não concordo é que seja o dinheiro público que os tenha de sustentar. O dinheiro público devia servir para as infra-estruturas e para o serviço público. E, não são os partidos políticos que prestem esses mesmos serviços.
E para os partidos e para as suas subvenções não há crise que lhe toque.
Manuel Abrantes

Comentários:
A alternativa a "democracia" partidaria e o autocratismo, ou melhor o sistema dictatorial.
Nao conheco outra!
Porem, mesmo nos sistemas autocraticos ou dictatoriais fazem-se eleicoes para Ingles ver, bem visto, como sucedia na USSR e em Portugal nos tempos do Estado Novo .
Eu nao vejo que o problema esteja nos custos --pois desperdica-se tanto dinheiro em projectos menos dignos que o do votar -- pois tal e o preco que se paga para se obter certa representatividade no sistema que nos foi imposto.
O problema esta em saber se e este o sistema melhor para um povo cujas idosincrasias nem sempre -- por muitas razoes que aqui nao vamos falar -- favorecem uma convivencia 100% democratica.

Renato Nunes
Carolina do Sul, EUA
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]