quarta-feira, outubro 15, 2008


ORÇAMENTO PARA 2009

-ELEIÇÕES TODOS OS ANOS.
JÁ!!!


Aumentos de 2.9 % para a Função Pública, assim como a revisão nas carreiras de topo e alterações nas promoções e avaliações.
Mais de 80 mil funcionários públicos com contrato individual ou administrativo de provimento e com contrato individual vão poder inscrever-se na ADSE a partir de Janeiro próximo.
A despesa do Ministério das Obras Públicas vai aumentar 9,9 por cento em 2009 para 485,8 milhões de euros, face aos 441,9 estimados para este ano,.
O sector dos transportes e das comunicações beneficia de 274,7 milhões de euros, inscritos como despesas excepcionais.
Os municípios recebem no próximo ano 2,5 mil milhões de euros do Orçamento de Estado (OE). Um aumento de 115 milhões de euros (4,8 por cento), face a 2008.
A taxa de desemprego deverá se manter estabilizada neste e no próximo ano nos 7,6 por cento.
Os gastos com o Complemento Social para Idosos vão aumentar em 77,9 % para os 200,43 milhões de euros.
No próximo ano não haverá actualizações do Imposto sobre os Petrolíferos.

As despesa do INEM (Instituto Nacional de Emergência Médica) para 2009 ascende a 90,4 milhões de euros», contra 47,3 milhões de euros para o corrente ano.

Bem! Mas que grande cambalhota.
Onde a cambalhota é mais difícil para o Governo é na questão do crescimento. O Governo prevê um crescimento, apenas, de 0.6 %. Contudo o FMI já previu esse mesmo crescimento em, apenas, 0.1 %.
Não nos podemos esquecer que este mesmo Governo tinha, há um ano, previsto um crescimento de 2.6 % tendo passado a meio do ano para 1.6 % e acaba, agora, nos 0.6%.


Mas algo ressalta neste Orçamento de Estado : - O Défice
O Governo reviu em alta o Défice e subiu para 2.2 % quando anteriormente tinha previsto 1.5 %.
Pelos visto sempre “há vida para além do Défice”.

Resumindo: - 2009 vai ser ano de eleições legislativas e autárquicas.
Mais comentários para quê?
Manuel Abrantes

Comentários:
A isto eu chamo PS no seu melhor.

Abraço Amigo

Rui Pires da Silva
 
Meu
Caro Abrantes,
Tu e eu somos ambos da mesma idade como sabes, e já não temos idade para ser "ingénuos", claro que evidentemente esta coisa de se estar sempre a falar no défice já chateia, mas o que me interessa mim qual é o défice?
Qualquer contabilista principiante é capaz de dar a volta e transformar contas negativas em positivas ou vice-versa, toda a gente sabe, que a engenharia contabilística, tal como a engenharia financeira, é tudo uma questão de bons técnicos, dá-se sempre a volta, agora ao que não se dá a volta e ninguém fala nisso, é qual é a dívida externa do país, isso é que eu gostava de saber, aliás, lanço-te um desafio, procura saber isso e diz qualquer aqui ao pessoal, eu estou farto de procurar e ainda não cheguei a um valor conclusivo, cada um diz de sua maneira.
Pois isso é que era importante, mas para já, sabemos que só no aumento de juros devido à "conjuntura", são "apenas" mais uns módicos 600 milhões de Euros a juntar aos muitos milhares de milhões de Euros de juros, que já estavam programados para se pagar, ou seja, cada português vai pagar só nesta "pequena" diferença, mais 60 Euros cada, mas como só uns 5 milhões é que trabalham, que dizer que cada contribuinte vai pagar a "módica" quantia de 120 Euros, lembro novamente, que são a mais do que aquilo que já estava programado para pagar.
No ano passado pagámos qualquer coisa como mais de 10.000 milhões de Euros em juros, isto segundo consegui apurar, ou seja, o valor que cada português paga só de juros ao estrangeiro, dava para comprar uns bons casacos, fatos e ainda comprava uns frasquitos de perfume.
Como vês, até não estamos mal, agora também gostava de saber qual era a dívida externa em 1995 e qual a é actualmente, e ainda qual a percentagem corresponde do PIB nestas duas datas.
Vá, sê bom rapaz e deslinda lá essas coisas, aconselho-te é a tomares um calmante primeiro, não te vá dar uma coisa má.
Caro amigo Manel, isto só lá vai na risota, quem quiser levar este país a sério, mais os seus governantes e se ainda quiser considerar esta gente portuguesa, como um verdadeiro povo de seres racionais, vai ter um sério desgosto.
É por sermos um povo acéfalo, é que todos os políticos gozam connosco.
Um abraço.

LUSITANO
 
Nunca deveis minimizar a esperteza de Socrates e dos Socialsitas.
Se estao no poder e porque souberem convencer a maioria a votar neles!
A campanha eleitoral do PS ha muito que comecou e este aumento faz parte do caderno de beneficios que vai ser oferecido ao povo portugues.
Quanto mais em cima da hora mais impressionara os espiritos fracos levando-os a votar nos amigalhacos do povo que sao os Socialistas.
E acreditem que vao vir mais bom-bons e goluseimas .
Tudo a seu tempo.
Assim, depois dos sacrificios feitos para equilibrar os orcamentos ja se vislumbra uma nova era em que se pode comecar a recolher beneficios.
E claro, assume-se que muitos mais virao apos as eleicoes.
Tudo esta bem planeado para levar os papalvos a votar nos Socialistas pelo menos mais uma vez.
A memoria colectiva das massas e Zero e ate ja apostei com uns amigos que o Socrates sera re-eleito por maioria; a nao ser que a crise mundial afecte Portugal de tal maneira que o Governo nao se aguente. Mas duvido que isso chegue a tal ponto. Tal como aparece sempre dinheiro para socorrer a Banca e os ricacos ganaciosos --em todo o lado ! -- quando e preciso salvar tachos em Portugal nunca faltara dinheiro.
Veremos. 2009 esta ao virar da esquina!
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]