segunda-feira, novembro 17, 2008


NACIONALISMO NÃO É RACISMO

Passou, ontem, na TVI uma peça sobre a temática: racismo.
Uma peça muito bem orquestrada para atingir os seus fins. Oitenta por cento da peça jornalística deu a palavra a casos verdadeiramente ( fazendo fé na verdade das declarações) do mais puro e duro racismo em Portugal.
Situações aberrantes de gente que sofre na pele pelo facto de a ter diferente da maioria. Situações de pura e dura descriminação social só pelo facto de se ter uma cor de pele diferente.
O racismo e a xenofobia na mais pura e dura das aberrações.

Os outros vinte por cento da peça foram compostos com declarações opinativas de sociólogos e – não podia deixar de ser - declarações do líder do PNR, José Pinto-Coelho e –claro…- do Mário Machado.

As declarações de ambos, até, não estiveram mal de todo, especialmente do Jose Pinto-Coelho.
Mas reparem uma coisa:
A TVI convidou também, por ventura, outras forças políticas para opinar sobre o tema ?
Quando se fala em emprego/desemprego foi ouvir Manuel Ferreira Leite que entende que as grandes obras públicas apenas servem para reduzir o “desemprego na Ucrânia, em Cabo Verde ou no Brasil” ?
Foi ?
Provavelmente é capaz de ter ido, eles é que não aceitaram entrar no jogo.

Uma peça jornalística desta natureza deixa quem a vê, e quem a ouve, com um enorme sentimento de revolta e a favor dos ofendidos.
Quem estiver do outro lado da barricada – tenha razão ou não – come por tabela. È como nos filmes: há, sempre, os bons e os maus.
E aqui os maus da fita foram representados pelos senhores José Pinto-Coelho e o senhor Mário Machado. Isto, mesmo que tenham dito algumas verdades.
Ambos falaram – especialmente Pinto Coelho – sobre a temática imigração. Mas, o conteúdo da peça esteve baseado em casos gritantes de racismo e xenofobia e não, propriamente dito, sobre a temática imigração. Os editores da peça não colocaram estes dois intervenientes ao corrente dessas situações de racismo e xenofobia para lhe perguntarem qual é a sua opinião sobre estes casos específicos. Assim ficaram com a imagem dos “maus da fita” e sem saberem porquê.

Mas será que nunca mais aprendem que é necessário ter perspicácia política na relação com os média ?
Declarações à comunicação social, sem se saber como e porquê, podem ser um “prato envenenado”. E no caso do PNR é sempre.
Nunca mais aprendem!

Pessoalmente, esta situação não me diria nada se os dois senhores não se assumissem como Nacionalista. E, José Pinto-Coelho não fosse a voz oficial do único partido Nacionalista em Portugal.

E isto que me dói e comem todos os Nacionalistas por tabela.
Manuel Abrantes

Comentários:
desde que tenham protagonismo ...é a unica coisaque interessa...viste-me na tv viste?
isso e fazerem os coitadinhos...reles jornalistas!pois é mas isso é milhentas vezes repetido e assim o será prejudicando o verdadeiro nacionalismo...até á proxima apariçao na tv...os mesmos a fazerem os mesmos erros repetidamente...mas,viste-me na tv?sou belo não sou?
 
Manuel Abrantes
Voce só peca por andar metido com esta caldeirada pseudo-filosófica dos nacionalismos(???).
Bem prega Frei Tomáz...
Mas eu admiro-o pela sua sinceridade e honestidade politica.
O meu amigo não vira.
Devia, era, ter menos uns vinte anitos.
Pois...
Mário Contumélias
 
Na minha opinião está a direccionar mal as suas críticas. Quem fez a edição da reportagem foi a TVI, não foi o Pinto Coelho. É para esses que deve dirigir as suas críticas, não para quem, de boa fé, se disponibilizou para comentar um tema. As declarações foram gravadas há meses e no momento da gravação da entrevista de Pinto Coelho, um bando de imigrantes ameaçou-o e tentou agredi-lo em plena rua [saiba mais aqui ]. Esse caso, que os próprios jornalistas da TVI presenciaram e gravaram em vídeo, e passado "em directo" com o próprio entrevistado, já não foi apresentado para proteger a tal imagem que, afinal de contas, toda a reportagem tentou transmitir do início ao fim (imigrante = discriminado / português = culpado). Acresce que a TVI resolveu colar as tais declarações de Pinto Coelho com casos que, muito sinceramente, parecem-me banalidades. Quantos milhares de portugueses não conseguem emprego tal como o rapaz cigano? Quantos milhares de portuguesas são discriminados no seu local de trabalho? Quantos brancos ou brancas ouvem bocas por andarem com pretas ou pretos? Quantos brancos são assaltados, agredidos, violados, por imigrantes? Casos, como disse, perfeitamente banais e só quem embarca na propaganda é que pode achar aquilo algo de grave ou preocupante. Preocupantes foram os (já) 5 ou 6 casos de polícias assassinados na Cova da Moura, alguém se lembrou disso para falar em "discriminação às forças de segurança"? Parece-me que a vida de pessoas, ainda para mais de quem tem a função de nos proteger, são imensamente mais importantes que o bem-estar da brasileira ou da africana de Braga, mas se calhar isto sou eu que sou um racista e preconceituoso. É que se nem os polícias se conseguem defender, o que será do resto da população... E são discriminados são, por motivos raciais e profissionais, por parte dos jovens, basta conhecer um polícia que faça serviço em Lisboa ou determinados arredores e perguntar-lhe.
 
Sr Stevens
As razões que apontei não foram essas.
Os responsáveis Nacionalistas, na actual situação, não devem dar entrevistas apenas para aparecerem nos canais televisivos.
È necessário saber em que contexto vão estar inseridas essas mesmas declarações.
Um NÂO é tão importante com um SIM.

No contexto actual temos de ter a consciência que nenhum orgão de informação vai dar aos Nacionalista oportunidades de exprimirem, verdadeiramente, as suas idéias.
Temos de ter a consciência disso.

Hoje, quando digo a alguém que sou Nacionalista esse alguem pergunta logo : - Então és racista ?

E de quem é a culpa disto?
-Será só da Comunicação social ?

A luta - na minha opinião - dos Nacionalistas ( os que o são, realmente) é desmistificar esse conceito.

Nacionalismo - sr Stevens - é o contrário de racismo.
Se eu rspeito o passado glorioso do Mundo Português do Minho a Timor, como posso ser racista ?
Se eu respeito Herois Portugueses como Marcelino da Mata ou João Baca Jaló como posso ser racista ?

Se eu tenho orgulho nos nossos emigrantes como posso, também, ser xenofobo ?

Pense nisto sr Stevens
Manuel Abrantes
 
O PNR é dominado pela auto proclamada ala dura do partido,a qual por sua vez se autoproclama como sendo nacionais socialistas ou nazistas. Eles pensam que o são mas desde o querer ser a ser, vai uma grande diferença.

qQando agora apareceu na TV o Mário Machado a receber um "militante" abraçando-se efusivamente, esta cena foi vista por milhares de portugueses e muitos fizeram comentários como sempre:

"Esta gente até mete medo", e realmente o visual deles , com aquelas tatuagens pelo corpo todo e as cabeças rapadas, e a falar sem saber o que dizem, não inspiram confiança de modo algum.Pelo contrário .

No tempo de Hitler, estes indivíduos eram presos e nunca mais ningém saberia deles....................
Não, os nacionalistas portugueses, querem para Portugal um partido nacionalista genuinamente português que se interesse pelas necessidades profundas dos nossos compatriotas não percam tempo sobre a Sérvia, ou sobre quantas vezes Hitler dormiu com Eva Brown , ou com outras minorias doentias tipo, se há uma tempestade de granizo em Lisboa, os causadores foram os judeus..........

Não os portugueses não querem saber nada disto, pois os problemas dos portugueses são outros.
O PNR está simplesmente "queimado" e quem por lá anda ainda com alguma esperança, os tais 2militantes ingénuos", andam simplesmente a perder o seu tempo.

Nós no PARTIDO NACIONALISTA PORTUGUÊS ainda ponderámos em reunir com o PNR adquiri o partido tipo "NOVA GERÊNCIA", despedindo a maioria dos que por lá andam nem que para isso se indemenisassem cada um dos dirigentes ,ou de quem de direito, mas não, depois de muita ponderação, concluímos que não, não há viabilidade , pois só o nome repele a maior parte do portugueses.

Nós no PNP queremos para Portugal um partido que dignifique os portugueses e Portugal,

Se és nacionalista e patriótico, cidadão português de maior idade e queres genuinamente ajudar o teu país, então PORTUGAL ESPERA POR TI.
NÃO PERGUNTES NUNCA, O QUE É QUE pORTUGAL ME PODE DAR, MAS ANTES O QUE É QUE EU POSSO DAR POR pORTUGAL?
Se é assim que pensares, então manda urgentemente o teu cv para

partidonacionalistaportugues@gmail.com
.com
 
«Os responsáveis Nacionalistas, na actual situação, não devem dar entrevistas apenas para aparecerem nos canais televisivos.»

O Sr. Abrantes não devia atacar o presidente do BDN, fica-lhe mal, só porque ele se mete em bicos de pés por causa do julgamento do skin Mário Machado.

Quanto ao tema (político) da imigração, acho que um nacionalista DEVE SEMPRE dar a sua opinião, seja para dizer bem, seja para dizer mal, seja o que for, mas dar a sua opinião, que é sua e de mais ninguém.

Se o jornalista deturpa ou manipula, é erro e culpa do jornalista, não de quem procura apresentar as suas ideias.

Quanto ao pseudo partido nacionalista, da mensagem anterior, acho que já toda a gente percebeu que se trata de um doido varrido.
 
Sr António Sardinha
Eu não escrevi que não se devia dar entrevistas e expor as idéias.
È necessário saber em que moldes e em que circunstâncias.

Quanto ao seu comentário estapafúrdio, indelicado -já para não chamar outros nomes.. - sobre o comentador anterior que o senhor catalogou como de "doido varrido" só lhe posso dizer uma coisa:
- Isto so demonstra o seu nível de educação.
E a conversa termina por aqui.
Manuel Abrantes
 
Nunca em Portugal Nacionalismo foi equacionado com Racismo!
Nem com xenofobia!
Hoje, gracas ao multiculturalismo imposto pelas elites Governantes existe sim um forte ressentimento contra as minorias a quem tudo e facilitado a conta da populacao em geral.
E mais um ressentimento de inveja ou ciume que racismo propriamente dito.
E hoje se ha algum racismo bem podemos agradecer aos maus exemplos dados pelo PNR .
A populacao portuguesa--felizemente -- embora seja na generalidade muito passiva nao simpatiza com extremismos.
As accoes do PNR tem conseguido convencer os portugueses de que mais que um partido Nacionalista e um sim um partido Neo-Nazi.
E uma pena que aqueles que deviam estar ao servico das cupulas do PNR para servir o partido onde e quando necessario tenham eles tomado conta do Partido e o usem a seu belo prazwer para promover seus metodos nazistas. Tal nao abona muito em favor dos actuais dirigentes do PNR que podem ser boas pessoas mas nao tem poulso.
Se nao aparecer um partido Nacionalista a serio em Portugal nao creio que o Nacionalismo Portugues tenha futuro nas maos dos ultra-radicais da esquerda Nacional-Socilista que manda no PNR.
Mais vale juntar-nos ao CDS e tentar puxar este partido no sentido de adoptar uma politica mais nacionalista. Ao menso o CDS ja esta na Assembleia da Republica.
Pelo caminho que vai o PNR nunca vai la por os pes e daqui a 10 anos, se ainda existir, vai continuara ser um partido de marginalizados, apenas mais velhos!
Renato Nunes
Carolina do Sul, EUA
 
Não abonam muito? Este comportamento nazista, com as suasticas, e um visual de meter medo, pois é gente feia, (o mal e o bem á face bem), é o que mais tem denegrido o nacilnalismo em Portugal. há pessoas que só de ouvirem o nome PNR, fogem.............eu já vi pessoas fugirem pela rua a fora como o diabo da cruz.


O PNR tem os dias contados.
 
Bem se o PNR é "esquisito"que dizer de um sujeito de um dito PNP que diz que ia "mudar a gerência"do PNR e pagar indemnizações?Chegou a pensar nisso?!
Mas estamos no comércio?!
Assim é dificil...

Sardoal
P.S.Francamente,também não vejo onde o Abrantes atacou o presidente do projecto BDN "que se anda a pôr em bicos dos pés"(deve ter calos...)
 
Sardoal, chegou-se a considerar isso, mas não se fez. Do considerar a fazer vai uma grande distancia.

É verdade, o meu amigo e camarada Sardoal náo está para formar também um partido?Já o contactei no seu blog, mnas nunca obtive resposta. Gostaria de trocar umas informações consigo. Pode ser? Onde o posso contactar? pode-me enbviar o seu mail?

Um abraço

Rui Barandas
 
O meu mail pessoal,e espero que o estimado Abrantes não se importe que eu o divulgue,aqui vai para quem estiver interessado:
jmcdsl@sapo.pt ou jmcdsl@aeiou.pt ou ainda jmcdsl@clix.pt.
Estes são os meus mails pessoais,que como pessoa de bem,não hesito em divulgar.
Sardoal
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]