terça-feira, janeiro 13, 2009


A NOÇÃO DE NACIONALISMO NOS MOMENTOS MAIS PRÓXIMOS

Aproximam-se momentos decisivos na vida política portuguesa. Eleições legislativas, autárquicas e europeias são os próximos campos de combate político que temos de enfrentar.
A decadência das governações socialistas e sociais-democráticas, colocaram o País numa das suas piores situações de pobreza.
Mas, não é só a situação de pobreza financeira que se abate sobre o nosso Povo que me preocupa. O sistema do “politicamente correcto” incutiu o anti-moralismo na sociedade portuguesa, assim como o conceito dos Direitos sem Deveres, do Dever Pátrio como coisa do passado e, muito especialmente, destruiu o conceito Família.
Em todas estas vertentes, construídas ao longo da nossa História, os donos e senhores desta democracia tudo fizeram, e tudo fazem, para minar estes conceitos sociais e incutirem a sociedade do consumismo e do individualismo.
Hoje, falar especialmente para a juventude sobre princípios de Honra, Disciplina, Dever Pátrio e no respeito pela Família, é falar sobre valores que dificilmente compreendem.
Esta, é a grande luta que os Nacionalista têm de travar.
Esta é a grande mensagem que temos de transmitir.
Não podemos cair na demagogia balofa dos políticos do sistema. Temos de ter a Honra da Verdade, mesmo que isso não nos dê votos de imediato.
Não queremos ser poder pelo poder.
Queremos servir sem nos servir-mos;
Queremos o voto popular sem exigir nada em troca;
Queremos a Verdade, mesmo que isso doa a quem a ouve;

E ao voto das populações só podemos prometer uma coisa:
-Nada prometemos porque não temos nada para dar senão a Honra, a Dedicação e o respeito pela Nação.

È assim que somos!

Manuel Abrantes

Comentários:
Gostei do seu artigo, mas meu caro Manuel Abrantes, alguém me dizia hoje que acabou tudo isso neste mundo, pois além de estar tudo do avesso,vamos a passos rápidos para uma globalização feroz, em que nós coitdinhos, vamos perder tudo, até a nossa identdidade.

virão dias em que só de se dizer português, poderemos apanhar uma multa ou mesmo ser presos...............
 
Levantou-se aqui uma tempestado ácerca do Dr. Humberto Nuno que não tem fundamento.

Ele, ao contrário de muitos do PNR, não é nem antisemita, nem nazista, nem nada dessas coisas. Ele é monárquico, é a diferença que faz de muitos dos que por lá andam, portanto fiquem sossegados com este assunto e no dia das eleições ponham lá as cruzinhas no nosso camarada.
 
" ...e a Pátria não se discute.

Prof. >Oliveira Salazar
 
.....e cabem com tanta "balela".

Se o Manuel Abrantes, homem de confiança, o apoia, assim como outros o fazem, então vamos dar força e apoiar também. Se não for ele, quem poderá ser? Ele é um grande nacionalista, amante da sua Pátria, homem de família, e um verdadeiro português e patriótico.
 
Caro Mannel Abrantes,

Este artigo está magnífico, pelo que o trascrevemos para o nosso Forum,pois o mesmo é visitado por muitos portugueses especialmente do Estrangeiro. Espero que não se importe.

Mas foi trasncrito com o seu nome e o endereço do seu blogue.

Saudações nacionalistas
PNP
 
Rui Barandas
A honra é minha.
Já agora volte a enviar o endereço do Forum para o colocar na coluna à direita
Manuel Abrantes
 
www.p-n-p.forumeiros.com


Caro Manuel Abrantes, abrimos um tópico sobre os Grandes Nacionalistas Portugueses contemporaneos, e entre muitos gostaríams de pôr o seu nome e a sua carreira nacionalista, pelo que gostaríamos de poder ter um resumo do seu CV, para assim o editar. PODE SER?

Vão lá aparecer muitos nomes, mas não só queremos a autoprização dos mesmos, pos queremos honrar quem está vivo e empenhado na causa nacionalista como é consigo e outros que queremos lá inserir.

O nosso forum é lido em Portugal mas muito mais nos países da diáspora, logo é sempre de grande interesse e curiosidade.

Rui Barandas
PNP
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]