domingo, fevereiro 01, 2009


O CASO FREEPORT
UMA CASTANHA QUENTE NAS MÃOS DO SENHOR SOCRATES



O caso Freeport está a causar uma onda de calafrios nas hostes socialistas.
Segundo o “Diário de Noticias” o conteúdo da carta rogatória da investigação inglesa lança novas pistas sobre este caso.
O primeiro-ministro é um dos dez suspeitos e é envolvido em alegados subornos. Sócrates nega qualquer envolvimento e diz-se vítima de calúnias. PGR afirma não haver indícios relevantes.
Ainda segundo o DN:
O que para os ingleses são 'provas', em Portugal podem não passar de 'indícios'. E estes ainda podem ser fracos ou fortes. O que, em Inglaterra são suspeitas, em Portugal precisam de ser 'fundadas suspeitas'. Desde o ano passado, quando a polícia inglesa começou a ter contactos mais regulares com a portuguesa, é sobre estas pequenas diferenças que tem decorrido o caso Freeport. Agora, o DN revela o conteúdo do pedido feito pelas autoridades inglesas que solicitam dados às portuguesas.

Por fim o DN acrescenta:
Nesta carta há dados novos - uma reunião a que alegadamente se terá referido Charles Smith em interrogatórios e no vídeo que foi gravado por um ex-funcionário da Freeport em Portugal e na qual Sócrates teria, segundo a sua versão, feito pedidos de suborno. O facto mais relevante é a apresentação de dados novos - a PJ terá tido conhecimento através de emails apanhados nos computadores da Smith&Pedro de alegados subornos pagos por esta empresa. Além disso a PJ terá dado à polícia inglesa dados bancários relevantes sobre as contas desta empresa.

Bem, isto é o que escreve o DN.
Não tenho dados para poder tomar uma opinião. Mas, algo me salta à vista : o período em que tudo isto veio a lume.
Não! Não vou usar os argumentos do senhor Sócrates quando afirma que tudo isto visa, meramente, a sua figura em período pré-eleitoral.
Não!
Esta altura é a que mais convinha ao senhor Sócrates. E porquê?
-Pela simples razão de poder apresentar esses mesmos argumentos e desviar as atenções para o facto. Isto, também, leva muita gente a pensar o mesmo e a achar que tudo isto não passa de uma manobra eleitoralista.
Este é o melhor período para uma acusação (ou suspeita) a qualquer membro do governo. Isto, seja que governo for.
Qualquer candidato pode sempre acusar os acusadores de tentativa de denegrir a sua imagem e, assim, prejudicar uma candidatura.

Mas, no fim de tudo, tenho uma opinião muito pessoal: - Não gosto das politicas do senhor Sócrates, nem dos seus correligionários, mas não acredito que o hoje primeiro-ministro tenha aceitado subornos enquanto foi ministro do Ambiente.
Não! Não acredito.
Compadrios, isso acredito piamente. Mas, subornos financeiros, não! Não acredito.

Manuel Abrantes

Comentários:
Isto não vai dar em nada.

o assunto será abafado e vai ficar tudo na mesma, e sócrates será novamente o 1º Ministro, e............com maioria absoluta, a ver veremos

PNP

www.p-n-p.forumeiros.com
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]