quinta-feira, março 19, 2009


SUSANA BARBOSA
1ª Signatária do Partido da Liberdade
E A QUESTÃO DAS SEGURANÇAS PRIVADAS


No “Diário de Aveiro”, Susana Barbosa publica a seguinte peça:


Efectivamente é um facto, a segurança é cada vez mais um privilégio para quem a pode ter em Portugal, e não um direito garantido pela defesa nacional do Estado a todos os cidadãos.
Esta semana soubemos que de acordo com o Relatório Anual de Segurança Privada de 2008, elaborado pelo Ministério da Administração Interna (MAI), e citado pelo «Público», Portugal já tem mais seguranças privados do que agentes das forças policiais, o que é verdadeiramente escandaloso e representativo da incompetência e da má gestão, que o Estado português tem andado a fazer com o dinheiro dos nossos impostos.
O referido Relatório refere que há mais de 61 mil pessoas habilitadas a desempenhar a função de seguranças privados, apesar de apenas 39 mil a terem exercido no ano passado, e que o somatório dos efectivos da PSP e da GNR ronda apenas os 48 mil.
O relatório indica ainda que o negócio movimentou em 2008, cerca de 650 milhões de euros, o equivalente ao orçamento da PSP.
A segurança privada, que o Ministério da Administração Interna (MAI) afirma estar a ganhar terreno desde 2001, tem vindo a modernizar-se, sobretudo através da utilização de tecnologias avançadas, como sejam os sistemas de alarme e detecção, ou a vigilância electrónica e controlo de acessos. Mas, para além de vigiarem instalações e bens, os seguranças privados têm hoje um mercado ainda emergente: a protecção de pessoas, tarefa para as quais são cada vez mais requisitados.

O crescimento das empresas de segurança privada ficou também a dever-se, de acordo com o MAI, ao acordo firmado para que estas empresas pudessem vigiar um milhar de postos de abastecimento de combustíveis em todo o país.
Este acordo, que o MAI afirma estar a funcionar na plenitude, mas que muitas empresas ligadas ao sector petrolífero afirmam não estar a ser cumprido, compreende a partilha de informação entre a segurança privada e os postos policiais.
Não será pois por acaso, que as empresas de segurança privada tenham vindo a aumentar a um ritmo extraordinário, mas sim porque contam com a cobertura e parceria do próprio Estado. E de tal ordem se verifica este desordenado crescimento, que Portugal já conta com uma associação para a defesa dos direitos dos Agentes de Segurança Privada, designada por Associação Nacional de Agentes de Segurança Privada (ANASP), que por sua vez já faz alertas para as ilegalidades que proliferam no sector, tal como a concorrência desleal, o incumprimento de obrigações fiscais, ou as denúncias de formação profissional ilegal e de situações de violência física exercida pelos próprios agentes de segurança privada.
É lamentável, que para além da insegurança com que todos nos confrontamos nos dias de hoje em Portugal, ainda constatemos que a própria segurança que deveria ser um direito de todos os cidadãos, exercida pelo próprio Estado, é também ela própria, motivo de oportunismo político, permeável ao incremento desmesurado de actividades de índole meramente lucrativa.
Assim como se tal não bastasse, ainda se constata que o exercício da segurança privada é gerador de receitas, também, por via das multas, pois ainda segundo o Relatório do MAI, os números de 2008 referem a aplicação de coimas num montante superior a 1,3 milhões de euros, relatando-se ainda que deste valor, apenas 222 mil euros foram pagos voluntariamente e pouco mais de 23 mil por determinação dos tribunais, que por sua vez têm ainda mais 600 mil euros para executar, e já tendo absolvido pagamentos no valor de 11.500 euros.Acabamos de concluir, que somos obrigados a conviver com o «absurdo do sistema».
Em Portugal, quem nos governa é incompetente, e pior ainda, não fazendo o que lhe compete, ainda pactua com o incremento da insegurança da segurança. E tudo isto parece ter uma óbvia explicação, é que há sempre minorias por detrás destes desgovernos, que sem quaisquer escrúpulos, lucram sempre com estas situações. Até que ainda haja quem pague multas, quem pague coimas… e impostos!
Susana Barbosa
1ª Signatária do Partido da Liberdade

Comentários:
Aproveito para cumprimentar a Dra. Susana Barbosa.

Espero que no seu partido tenha muito sucesso, e que não encontre pelo caminho espinhos, ratoeiras, e areias movediças..............(há sempre) mas quando ao encontrá-las as possa transpô-las, pois no mundo nacionalista não é fácil.

Muitas felecidades para o seu projecto e veha aqui mais vezes , pois gostamos de ler os seus comentários.

Além do meu forum, o único a que venho é este, pois é o único onde se aprende alguma coisa..........


Rui Barandas
1º signatário
PNP

www.p-n-p.forumeiros.com

* 351 93 178 78 77
 
Informamos todos que depois da tempestade veio a bonança.

O PNP, único partido nacionalista puro e verdadeiro em Portugal, saiu não só vencedor, mas muito mais reforçado.

O nosso projecto será levar a que todo o Norte de Portugal, povo são, trabalhador e sofredor,A DIVULGAÇÃO sobre o PNP, logo o termos que junto de cada português, quer nas ruas, nas praças, nas lojas e mercados,por todo o lado dar a conhecer quem somos e o que queremos.

Não somos de muitas retóricas nem queremos, mas sim de acção e de divulgação.

Desceremos depois para o centro e finalmente para o Sul que se tem mostrado mais renitente devido a extremismos de alguns que julgando-se nacionlistas, importam ideais antagónicos á dos portugues e nada favoráveis aos interesses genuinos de Portugal.

Companheiros, poderão voltar a inscreverem-se no forum. mas há um pedido a ser feito: Não queremos neste Forum nicks e anónimos que não conhecemos. Poderão sim usar os seus nicks , mas só para os que conhecemos, o idealseria mesmo a fotografia de cada um assim como o seu verdadeiro nome. Não queremos máscaras pois não temos nada para esconder. As autoridades conhecem-nos e sabem o que queremos para o País. Também é importante a tranparência., para que outros vejam quem somos e o que queremos.

VIVA O PNP

VIVA PORTUGAL
 
A união dos Nacionalistas é aqui.
Obeigado Manuel Abrantes
m. Contumélias
 
Sim, admiramos muito Manuel Abrantes, porque efectivamente, com a sua paciencia, tem aturado aqui muito gente,assim pensamos pois nós só estamos abertos no dia 1 de Dezembro,e já temos sofrido na pele, o que nunca pensámos ser possíbvel, quanto mais o companeiro MANUEL ABRANTES não terá passado neste tempo todo.

o que ele tem de bom é mesmo ter um blog que é muito mais controlável...........

Mas agora no Forum nós também vamos ser muito mais restritos. apagaremos tudo quanto não seja desejável, assim como retiraremos indivíduos que fazendo o log in , vèm de outros movimentos nacionalstas da extrema direita para lançar a confusão.

Ainda ontem recebi um mail de um skin, primeiro a ameaçar-me e depois a convidar-me á reforma.

Por isso mandei ontem uma mensagem á Dra. Susana Barbosa, que tendo um partido bem equilibrado, vai ter perseguições, por parte dos skins, e dos da Extrema Direita

Só espero que ela seja tipo Margaret Thacher.........e já houvi dizer que é. Estamos consigo Dra. Ana Barbosa.


Viva Portugal

PNP
 
Falando sobre o artigo da D.Susana Barbosa, que é o que interessa, o tema que ela foca é mais uma prova da crescente terceiro-mundialização do nosso país, só mesmo em países terceiro mundistas é que o cidadão tem de pagar segurança privada, pois o Estado deixa de prestar esse serviço fundamental ao bem estar das pessoas - a segurança - hipotecando assim a liberdade.
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]