domingo, março 15, 2009


UNS PÃEZINHOS SEM SAL

Algumas iluminarias resolveram, no Parlamento, levantar a questão sobre a percentagem de sal na fabricação do pão.
Claro que isto só poderia vir da bancada socialista. Como já não sabem o que fazer para esconder a desastrosa politica do governo do patrão Sócrates, os senhores deputados socialistas resolveram desviar as atenções sobre a situação calamitosa do País e abrir a discussão sobre a percentagem de sal no pão.
Não é o custo do pão que, para estes senhores, está em causa. È a percentagem de sal.
O problema é o colesterol dos portugueses. Se têm pão na mesa, ou não, isso é secundário.
Não sei qual é a preocupação desta gente com a percentagem de sal no pão. Se cada vez temos menos dinheiro para o comprar, então, é sinal de que consumimos menos. Isto, por sua vez, vai conduz a uma diminuição do consumo. Por conseguinte: do sal na pão.
Pronto! Estão a ver senhores socialistas ?
Não se preocupem com a percentagem de sal ingerida por cada português. È que nós não vamos morrer pelo colesterol. Vamos morrer é de fome!

Já agora só mais uma coisinha:
- Dentro dos duzentos mil manifestantes contra as politicas do Governo do senhor Sócrates, quantos é que irão votar outra vez na mão cadavérica dos socialistas?
-Quantos ?
Pois….
Depois queixem-se que já não sabem qual é o sabor do pão. Tenha ele sal ou não.
Não se preocupem que eles tratam-nos da saúde

Manuel Abrantes

Comentários:
«- Dentro dos duzentos mil manifestantes contra as politicas do Governo do senhor Sócrates, quantos é que irão votar outra vez na mão cadavérica dos socialistas?»
É a democracia, meu caro Abrantes...

Abrantes, informo-o de que deixarei de colocar aqui comentários, seja qual for o assunto. Não tenho nada contra si, mas não quero ser acusado de promover polémicas com o Barandas.

Cumprimentos cordiais

Dux Bellorum
 
e ja agora caro Manuel Abrantes, como sabe tenho um compromisso profissional do qual não me é possível descorar.

Como nacionalista que sou tudo tenho feito para promover o mesmo, mas tem sido um Inferno, não sõ por parte de alguns antifas, mas aida pior por parte dos auto proclamdos nacionalstas e patrióticos que metêm dado problemas, mas mais ainda por parte de gente como o que escreveu acima.o Dux Bellorum, nick que usa como máscara...............mas por favor perca uns minutos aoenas e vá ao forum dele
www.forumpatria.com e veja o que ele diz lá de mim de outros.

E então era só para o informar de que estou desvinculado do projecto do PNP, e outros estãoa ver se ficam com o mesmo ou se o mesmo é fechado.
o nacionalismo de que todos desejámos para Portugal é umja causa perdida, poisos nacionslista que temos autoextermina-se de uma maneiraque o nosso naciolismo não vai a lado nunhum, pelo contrário, tenderá a desaparecer, e o Bloco de _Esquerda e as esquerdas a subirem cada vez mais e veja há um loco de esquerda com 6 ou 8 deo´putados na Assembleia da Republica e não há um único bloco da Direita e nunca haverá, infelizmente
Um abraço

Rui Barandas
 
Bem!
Com tudo isto só tenho de chegar a uma única conclusão:
- O Movimento Nacionalista está resumido ao Partido Nacional Renovador.
Único com alguma estrutura e organização. Tudo o resto é uma paisagem desoladora e, completamente, de rastos.
Como não apoio o PNR resta-me continuar, aqui neste espaço, a pregar no deserto.

Aliás, é o que, nos últimos dois anos, tenho feito e irei continuar a faze-lo.
E depois continuamos a criticar os “radicais-nacionais”. Pois é. São os únicos que se mantêm unidos e com estrutura organizada. Penso eu… Não conheço a sua estrutura nem estou, nem nunca estive, interessado em conhecer.

Continuo a acreditar que o Nacionalismo é a solução e continuo a acreditar num novo sistema onde a Moral Cristã, os valores da Nação e a Família, sejam os seus pilares de base.

E continuo a acreditar também que tudo isto cabe numa nova Democracia e num novo sistema de organização politica e social.
Manuel Abrantes
 
Também eu, mas sabe, os nacionalistas não têm lugar algum na vida política de Portugal, porque se guerreiam continuamente uns aos outros. Até detro do PNR, só se sabe quem lá anda, ora como é que uma casa dividida subsistirá?
Veja as centenas e centenas de blogs nacionalistas que existem, e todos us contra os outros............... eu que o diga, pois os mues maiores antagonistas eram precisamente os nacionalstas, que me guerreavam continuamente, e veja como o duz tão preocupado andava só proque o PNP viha aqui escrever de veza em quando.
Estes nacionalistas até nem são espertos pois esta covulsões srvem para os afirmar e dão-lhes grande alegria.


Os do BE, já tem 6 ou 8 deputados na Assembleia da Republica e o Bloco da Direita o que tem? neste tempo todo?

nada, porquê?

as guerras de guerrilhas...............dos dito nacionalstas são a causa do nunca nenhum nacionalista ir para a Assembleia da Republica.

marque aqui est dia, e depois diga-me se não é verdade ou não.
E outra coisa, eu nunca tive mdo de por o meu ome e a minha fotografia os foruns e blogs nacionalstas, tal como faz o manuel Abrants, mas verifique a maior parte dos nacionlsitas usam as máscaras dos nicks, nuca a fotografia nem o nome verdadeiro, algo qu sempre me deixou muito surprezo, mas há uma razão: é para insuvalhar o nome dos outros e nunca serem apanhados.
Um abraço
Rui Barandas
 
Aviso à navegação.
Não irei premitir mais ataques de ordem pessoal seja a quem for.
Não publicarei nenhuma frase ou opinião que ponha em causa a dignidade de qualquer comentador.
Aqui é um local de união e não de desordem. Isto, claro, entre nós que nos assumimos como Nacionalistas.
Entendido ?
MA
 
A DIREITA NAO TEM FUTURO EM PORTUGAL
Temos que admitir que afinal as esquerdas actuam com mais inteligencia e sagacidade que as direitas.
Dai que estao ja representadas no Governo por 3 partidos a serio enquanto as direitas nao conseguem eleger um unico deputado.
Preferem degladiar-se e dividir-se ou entao armarem-se em porta bandeiras da ideologia Nazista que falhou estrondosamente no pais onde nasceu. Ideologia essa que ha muito foi expulsa da convivencia democratica de hoje e que so perdura em mentes pervertidas ou embrutecidas.
Uma direita que suporte um conceito moderno de DEUS, PATRIA e FAMILIA , sustentando a continuacao dos valores morais, historicos e cristao do povo de Portugal parece nao conseguir abrir caminho e criar um "niche" politico no seio das gentes lusitanas.
O normal e a divisao, o radicalismo, a violencia e a degladiacao entre as diferentes faccoes nacionalistas. Com Direitas assim as Esquerdas tem o futuro garantido e nas maos por muitos e longos anos.
E uma pena mas e um facto evidente.
Renato Nunes.
 
MAIS GOVERNO MAIS CONTROLE
Essa do pao sem sal esta boa !!!
Na medida quem que o nosso povo adora que seja o Governo a resolver tudo e mais alguma coisa, tera obviamente que aceitar que o Governo interfira em tudo e mais alguma coisa.
Hoje e o pao sem sal, amanha e o exigir que por baixo de calcas nao sejam vestidas cuecas.
O ridiculo sera cada vez maior na proporcao daquilo que as massas embrutecidas, anestesiadas, aceitarem sem pestanejar.
Ja Antonio de Oliveira Salazar dizia e correctamente , "que os portugueses tem de ser governados como criancas " !
Um pais infantilizado e abulico tem de ser governado de modo diferente de um em que os cidadaos tem os olhos abertos e exigem qualidade de governacao ou a primeira oportunidade mandam fora os eleitos.
Renato Nunes
 
Francamento ainda não entendi a utilidade de certas brincadeiras.
No entanto,noutros sitios continua-se a trabalhar com cabeça e tempo.
A seu tempo,os resultados aparecerão.Sem prometer mundos e fundos.Como deve ser.
Sardoal
 
Eu também tenho essa opinião.

quando me afiliei ao PNR, depois de ler os seus estatutos, os mesmos vieram ao encontro das minhas aspirações e gostei tanto do que li que passado muito pouco tempo afilei-me de alma e "coração" tanto que quando visitei a sede do mesmo na Rua da Prata em Lisboa, e vi as carencias que por lá tinham, ofereci com todo o GOSTO coisas como:

1-UMA BIBLIOTECA COMPLETA COM LIVROS DE GRANDES ESCRITORES PORTUGUESES.
2-UMA SECRETÁRIA COM UMA BOA CADEIRA PARA O PRESIDENTE DO PARTIDO.

3-UMA TELEVISÃO E UM VÍDEO COM VÍDEOS DE DIVERSOS TEMAS....

4-UM FRIGORÍFICO E UM MICROONDAS PARA A COZINHA, ASSIM COMO TALHERES, COPOS, BEBIDAS, POIS TINHA EM CASA MUITAS GARRAFAS DE UISKY E VINHO DO PORTO, BEM RECHIEI A COZINHA DE TUDO.......,

5-PARA EMBELEZAR O ESPAÇO OFERECI QUATRO PLANTAS EXÓTICAS, QUE ME CUSTARAM CADA 50 EUROS.


6-só de bandeiras nacionais, forma para ái umas cinquenta, de seda e das melhores.

promovi o PNR tanto em Portugal como no Estrangeiro.

8-Só de despesas mensais, em gazolina, correio,portagens, revistas TERRA PORTUGUESA que comprava logo ás vinte de cada vez para oferecer, e está aí o Joaquim que não me deixaca mentir. etc. eram mais ou menos uns 350 a 400 euros.

Isto só para demostrar o quanto me empenhei pelo mesmo. Não para me gabar de ter dado o que dei.

No entanto, só porque escrevi no Forum Nacional que é o porta voz do PNR que não concordava com o anti semitismo e que já tinha visitado Israel,e gostado............ estraguei tudo. Fui insultado do pior com nomes como nunca antes tinha ouvido.
E daí as coisas foram piorando até ser expulso do mesmo.

Depois fui até ao Forum Pátria, de um tal Dux, aí eram mais refinados, (pareciam) mas num curto período de tempo as coisas chegaram a um ponto que fui expulso e agora isto.


Tenho a certeza que entre os comunistas e os do bloco de esquerda não é assim,penso eu, tanto que como o Sr. Renato Nunes diz, eles estão a avançar rapidamente nas sondagens e vão acabar por tomar conta do nosso Portugal, enquanto os nacionalistas perdem tempo a morderem-se uns aos outros, desculpem-me a expressão.

Isto do meu forum ter sido apanhado por um descuido da pass word, que foi parar a mãos de gente que parecia de confiança, não passou de mais um golpe, não das esquerdas como se pensou no princípio, mas de malta nacionalsta que nunca se conformou com o PNP.

A malta das esquerdas, não nos chateavam muito porque escreviamos mais sobre Portugal e a sua cultura, etc...sempre a pensar também na diáspora, e o mesmo era muito bem aceito.

Vinham e davam mais comentários a nível do e-mail, comentários esses muito positivos que nos acalentavam a não desitir mas continuar.

E é assim, a história da minha vida
no mundo nacionlista em Portugal.

Um mundo muito teneboro e sem futuro, infelizmente.

quando contacto com parceiros nossos nacionalstas noutros países da Europa, e peruntam-me quantos nacionalistas temos na Assembleia da Republica,e eu respondo que nenhum todos dizem que algo está muito errado em Portugal, e está, e eu que o diga...........


Rui Barandas
Nacionalista convicto.

por Deus, Pátria e Família.
 
DEUS PATRIA E FAMÍLIA


É atribuída ao Dr. Oliveira Salazar a sua autoria, mas de facto foi proferida por Afonso Pena, escritor e político brasileiro. O Dr. Oliveira Salazar conheceu esta frase quando aceitou o lugar de Prefeito e Professor no Colégio de Via Sacra em Viseu a convite do Cónego António Barreiros. Inscrita num quadro de seda com letras bordadas havia de servir de inspiração às grandes linhas de pensamento na condução da governação. Afonso Pena dizia que a vida se exprimia em quatro palavras: «Deus, Pátria, Liberdade, Família». «Pois bem! Defendamos a família, relicário de amor sustentado pelas mãos trémulas dos nossos pais. Defendamos a Pátria, que consubstancia as nossas glórias de outrora, a Pátria que é bela, porque é a mãe de todos nós. Defendamos Deus da ignorância e do atrevimento, porque Deus é a suprema aspiração da alma humana, o grande mistério que ilumina as regiões do Além. Defendamos a Família, defendamos a Pátria, defendamos Deus pela Liberdade!
Unquote

Quando me sinto desanimado e desolado com o estado do nacionalismo em Portugal vou aos discuros de Salazar e um dos que mais me tocam aqui vai para todo o verdadeiro nacionalista.ler e não desistir.


Rui Barandas

partidonacionalstaportugues@gmail.com

* 351 93 178 78 77
 
Abrantes, informo-o de que deixarei de colocar aqui comentários, seja qual for o assunto. Não tenho nada contra si, mas não quero ser acusado de promover polémicas com o Barandas.

Cumprimentos cordiais

Dux Bellorum


Não quero dizer mal de ninguém, mas nunca ninguém deve tomar certas posições públicas que denigram a imagem de terceiros especialmente quando esss estão inocentes.

Por vários blogs nacionalistas até lá aparecem ontem e hoje entrevistas inventadas que eu nunca dei, só porque recusei ter dado uma ao Sr. Dux. ou seja ao sr. Ricardo Vasconcelos.dono do Froum patria.

ora isto é inconcebível,tal como uma carta anónima é repulsivo.

Escrever em nome de outros é algo muito baixo e mostrando um mau carácter, pois ninguém no seu perfeito juizo, levantar+a falso testemunhs contra outros, está escrto no Livro dos Livros por alguma razão.
 
palavras de Oiveira Salazar


Pois bem!1- Defendamos a família, relicário de amor sustentado pelas mãos trémulas dos nossos pais.

2-Defendamos a Pátria, que consubstancia as nossas glórias de outrora, a Pátria que é bela, porque é a mãe de todos nós.

3-Defendamos Deus da ignorância e do atrevimento, porque Deus é a suprema aspiração da alma humana, o grande mistério que ilumina as regiões do Além. Defendamos a Família, defendamos a Pátria, defendamos Deus pela Liberdade!



Que assim seja, sempre





Rui Barandas
partidonacionalstaportugues@gmail.com


*351 93 278 78 77
 
Ai, Nacionalismo, Nacionalismo!
Andas mesmo pelas ruas da amargura.
Claro que o Nacionalismo nunca vingará enquanto não se perceber que o nacionalismo não deve ser em si uma ideologia, mas um modelo de ideal patriótico devotado à defesa da Pátria, claro que alguns dirão que isso é uma ideologia, eu entendo que não, é antes um processo que deveria ser natural, em que todos se deveriam empenhar, sem com isso evidentemente querer hostilizar seja quem for, antes promovendo a integração de todos os elementos dum povo em favor do bem colectivo e da defesa da Nação enquanto tal.
Claro, que um país aonde não há pão - com sal ou sem ele - em que o Estado está num tal estado de desorganização e cacofonia, apenas os que gritam mais alto é que se ouvem, todos aqueles que querem realmente defender esse ideal nacionalista não extremista, não tem força para serem visíveis, nem mesmo que se ponham em bicos dos pés.
Claro, que o "sistema", se preocupou em largar umas tantas toupeiras para darem cabo desse ideal, daí, eu já há muito não acreditar na possibilidade de alguma vez vir a existir uma força ou um bloco nacionalista que tenha alguma visibilidade, se alguma vez a tiver, será certamente pelas piores razões.
Um abraço.

LUSITANO
 
Sim Lusitano,

Ontem ao conversar com o meu advogado,(queria ivitar mas tenho que recorrer a vias judiciais para resolver o problema sério em que certos indivíduos já quase todos identificados me envolveram)e ele que é da direita, aconcelhou-me a distanciar-me de tudo quanto é nacionalismo, pois cada vez mais esta palavra é considerada politicamente incorrecta, num mundo que caminha a largos passos para uma globalização total e completa.

Também informou-me que na lista das queixas dos governos da Europa, dos problemas que os diversos governos enfrentam, como a imigração ilegal, a corrupção, a lavagem de dinheiro, e tantos outros, um deles´ considerado como um problema grave é o ressurgimento de grupos nacionalistas que só dão problemas..................

Chegaremos ao dia em que só de se ser nacionalista será um crime, como o ser-se racista ou antigay, etc.............

O meu nacionalismo, que nem é germanófilo, que são os que mais problemas dão, é "pacífico", ou seja, é um nacionalismo lusitano,virado para Portugal e os seus problemas,
com orientações e pensamentos de Salazar sim, mas nunca o querer implantar uma ditadura, pois creio na democracia, nem nunca mencionámos querer implantar o Eastado Novo, pois vivemos num enquadramento político diferente.

O NOSSO NACIONALISMO É VOCACIONADO PARA PORTUGAL, E PARA OS INTERESSES DOS PORTUGUESES.

E isto é muito apreciado por todos, pois é o que todos querem.

Se Portugal é um conjunto de famílias,cada um de nós terá que se preocupar com a nossa família, e defendermos os intersses dela.É normal em qualquer sociedade.

Um partido ou movimento político serve para que alguém se preocupe com muitas famílias. É nisto que o PNP acredita.

Se visse o que os portugueses que vivem no estrangeiro nos dizem
é mesmo´muito interessante, pois eles, têm saudades de Portugal e necessitam de um elo, uma ligação espiritual a Portugal para se identificarem perante os colegas e amigos dos Países onde vivem.

Gosto muito do que eles me dizem.

E veja quando a nossa
Seleção de futebol joga num País que não seja Portugal, os emigrantes tiram tempo dos seus empregos para os irem apoiar.

Lá está, precisam de sentir que são portugueses e não somos piores do que os outros, logo o se ter orgulho em ser português.

É nesta orientação que o PNP SE GUIA A, mas que os outros moviemntos nacionalistas não querem.

Nós divulgamos tudo o que é bom referente a Portugal, até a gastronomia, e muitos emigrantes deliciam-se em falar nos pasteis de nata, e outras coisas que para nós aqui em Portugal até é ridículo, mas que para eles lá fora é apreciado.

Há dias um emigrante de França telefonou-me para se certiciar sobre Aveiro. Nunca tinha ouvido falar de Aveiro ,a Veneza de Portugal, pois tinha lido um tópico sobre Aveiro e dizia ele que viria a Portugal para ir ver essa cidade.

Ora que mal isto tem?
OS OUTROS NACIONALISTAS QUE NÃO ENTENDEM O QUE NÓS SOMOS, O QUE TEMOS E O QUE POEREMOS VIR A SER, QUEREM VER PNP FECHADO.

Sabe que o PNP foi o único que apresentou dez pontos importantes para salvar Portugal?

ATÉ PODEMOS ESTAR ERRADOS, MAS FIZÉMO-LO, E NÃO PERDEMOS TEMPO COM DISPUTAS COM OUTROS........

EU LEMBOR-ME QUE QUANDO SE CONSTRUIU CABORA BASSA, E O LAGO SE IA FORMANDO,PRIMEIRO APARECERAM ILHAS E DEPOIS FICOU SÓ ÁGUA POR KILÓMTROS E KILÓMETROS, MAS NESSAS ILHAS MUITOS ANIMAIS SELVAGENS SE REFUGIVAM NA AFLIÇÃO DE SE SALVAREM. E O QUE MAIS ME IMPREsSIONOU FOI VER LIÕES LADO A LADO COM GAZEAS, E COBRAS E TANTOS QUE LUTAM E SE COMEM, LADO A LADO EM TRONCOS DE ÁRVORES A BOIAR A TENTAREM SALVAR-SE sem se atacaem uns aos outros.

NÓS EM Portugal devíamos perder mais tempo em gastarmos as nossas energias em tentar salvar Portugal e não andar em guerra de guerrilhas pois estamos a passar pelo pior período da nossa história.......e isto é ainda um começo.
www.p-n-p.forumeiros.com

partidonacionalistaportugues@gmail..com


PNP
Viva Portugal
 
O facto dos Nacionalistas em Portugal se degladiarem tanto, talvez signifique que os lideres (?)Nacionalistas nem se apercebam de que enfraquecem-se no processo e tornam-se facilmente controlaveis pelas Esquerdas que fazem parte do "establishment" em Portugal e de onde muito dificilmente sairao.
So as esquerdas beneficiam com a desuniao nacionalista que por ai vai. E se os lideres nacionalistas disso nao se apercebem entao e porque, como lideres fracos que sao, tem pouca visao.


O Nacionalismo e muito mais que uma ideologia.
E um ideal patriotico cujo fim e o bem servir a Nacao, a Patria, a colectividade lusitana.
O sistema ideologico-economico a usar para melhor avancar em direccao a realizacao dos objectivos nao e tao importante como a necessidade de absoluta Honestidade e Dedicacao por parte daqueles que lideram e guiam o processo.
Desde que aquele seja livre, desenvolvido em democracia e tolere que os cidadaos participem abertamente no desenvolvimento do mesmo, tera de funcionar, seja ele Monarquia ou Republica ( com todas a sua gama de ideologias ).

Qualquer sistema funciona com eficacia se quem estiver a sua frente for Honesto, Trabalhador e Dedicado ao bem estar da colectividade e nao apenas ao seu bem estar e enriquecimento pessoal.
O Nacionalismo tem de ser um meio abrangente que permita dissidencia, mas cujo rumo ao objectivo nao pode sofrer grandes desvios ou um zig-zag constante e pernicioso.
A melhoria e satisfacao das aspiracoes do colectivo, forcosamente tem SEMPRE de sobrepor-se aos interesses individuais, algo que debaixo do Globalismo Internacionalista Esquerdista vigente raramente sucede.
Ainda nao perdi a fe naq causa Nacionalista. Tenho sofrido desapointamentos, mas nao perdi a Fe.
Mas ha NACIONALSIMOS e ha nacionalismos!
Ha que saber diferenciar entre produtos genuinos e produtos "ersatz' importados e decalcados de praticas estranhas usadas em paises com gente muito diferente das nossa e que na pratica ate falharm no seu percurso malevolo, criminoso!
Refiro-me em particular ao Nazismo e ao Comunismo. Dois sistemas totalitarios, criminosos, barbaricos mesmo, que falharam e faliram. Para que copia-los?

Acho que a solucao de muitos problemas que Portugal hoje enfrenta devem-se ao facto de cada vez haver menos brio Patrio -- vergonha de serem Portugueses ! -- , especialmente entre as classes dirigentes, intelectuais e academicos, invariavelmente gente da Esquerda.
Ao haver menos nacionalismo -- e mais internacionalismo -- da parte dos nossos lideres a defesa dos nossos interesses particulares como Portugueses que somos e nao como europeus que nao somos ( serEuropeu para mim nada significa pois NAO EXISTEM !) nao e feita como deve de ser. Tomam-se e aceitam-se medidas erradas que nao servem Portugal.

Pode ser que um dia, gracas a uma profunda crise economica que cause fome e desepero, a crise da nacionalidade venha entao a ser olhada a serio e resolvida.
Nao vai ser para breve, mas nem quero sequer pensar que o futuro de Portugal seja um de posicionamento total e perpetuo a Esquerda.
Renato Nunes
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]