quinta-feira, maio 07, 2009


AS CORRIDAS DE TOUROS E OS SEUS PROTESTOS


Com a abertura da época tauromáquica no Campo Pequeno, a polémica entre apoiantes e contestantes está, novamente, em marcha.
Estão agendadas duas manifestações. Uma de apoio e promovida pela Associação Nacional dos Grupos de Forcados e a outra por a Associação Animal.
Todos os anos é a mesma coisa. Grupos que se intitulam de defesa dos animais aproveitam para levantar os seus protestos contra um espectáculo que faz parte da tradição Nacional.
As corridas de touros têm regras e estão legisladas. Fazem parte do património histórico e ninguém tem o direito de impedir as suas realizações.
Quem gosta e aprecia este tipo de espectáculos tem todo o direito de assistir a eles. Quem não gosta, só tem um caminho: não vai lá!

Meia dúzia de sapiências pardas julgam-se no direito de imporem os seus princípios na defesa dos animaizinhos. Como não têm mais nada que fazer, brincam à caridadezinha animal. Ficam muito felizes com os protestos. Gritam à brava e, depois, vão mamar um leitãozinho à Bairrada ou um franguinho no churrasco.
Serão os mesmo que também se manifestaram a favor do aborto?
Coincidências …
Manuel Abrantes

Comentários:
As Touradas em Portugal ao longo dos anos não têm o valor devido, pois toda a gente escreve ácerca das touradas mas não calculam o trabalho que dá, o preparar a actuação de um cavaleiro, de um grupo de forcados ou até de um curro de toiros para uma corrida muito pouco importante que seja, mas todos os intervenientes estão empenhados em dar o seu melhor, desde a banda que vai actuar, como no preparar os seus melhores cavalos os seus melhores passes de capote de muleta, em treinar com afinco a melhor forma de pegar o toiro, o tal que faz com que a festa tenha o sentido e a tradição que tem, desde o tempo dos reis em Portugal pois as primeiras touradas foram há centenas de anos e nós temos a obrigação de não deixar acabar esta festa que deixa orgulhosos todos os portugueses.

Por exemplo somos os unicos no Mundo que colocamos oitos valentes forcados na frente de um toiro por vezes com quinhentos ou seiscentos quilos (dez vezes mais que o forcado que lhe vai ficar na cara) com o intuito de pegar o toiro e assim provar a sua valentia perante uma assistência que tão graciosamente aplaude a nobre arte de pegar toiros, que se diga em abono da verdade, só se faz em Portugal. Por outro lado também não matamos os touros, como se faz em Espanha,e noutros países, ivitando assim uma cena mais violenta, que poderia ferir a sensibilidade de alguns.

Por outro lado, a graciosidade dos Cavaleiros e cavalos, treinados ao som da música, é um espectácilo
digno de ser visto e apreciado, tornando-se numa autentica festa de verão......


O PNP, aplaude e incentiva a tourada no nosso país, pois além de ser uma tradição milenar é uma grande atração turística, que deve ser mantida e promulgada.

Os que são contra, que fiquem em casa,no seu cantinho, que é o que fazem de melhor, e não venham "chatear", os que gostam de ir a uma boa tourada.

PNP

www.p-n-p.forumeiros.com
 
Então e porque não voltarmos à luta entre escravos? Era um "patrimonio historico" e ninguem deveria ter o direito de ter impedido as suas realizações...e eu proponho que o senhor Abrantes seja o primeiro a combater!
 
Andre
A escravatura não é "um patrimonio histórico".
Fomos dos primeiros - senão o primeiro- País a aboli-la.
Eu hoje, e neste espaço, combato a "nova escravatura".
Sou Nacionalista e combato o capitalismo internacionalista, selvagem e sem rosto.
Manuel Abrantes
 
Esta conversa "fiada", não passa de mais uma "birra protagosnística" das esquerdas como se pôde ter visto ontem na Assembleia da República, em que o sr. Louçã se insurgiu até contra o uso de animais selvagens nos circos, pois dizia ele, eram terrivelmente mal tratados.............e os mesmos deviam ser soltos num lugar propício onde fossem livres. Mas maltratados como? E soltos onde? Coitados dos pobres animais por esse mundo fora, os mesmos estão quase em extinção, pelo menos aqui, são bem tratados, tem alimentos e estão assim habituados.

Então e os cães e os canários, e todos os outros animais domésticos que são hoje domésticos mas já foram selvagens? também têm que ser soltos? quando se soltam, morrem logo porque nasceram em cativeiro e é em cativeiro que estáo habituaddos a viver.

Andam estas gentes das esquerdas com ordenadões bem chorudos pagos por nós armados em "xicos espertos", e a terem sempre que pegar com qualquer coisa, mas só para o mal e para contrariar.

Porque é que eles não se preocupam e fazem ranchos de comida e vão dar onde há necessidade de comida em Portugal? É só "bla bla", mas não passam da retórica á prática. Agora são os animais, no entanto há mais gente a viver em cativeiro do que esses mesmos animais de que agora tão de repente passaram a se preocuparem?

o que virá a seguir?

Poupem-nos, por favor...............


www.p-n-p.forumeiros.com

+351 93 178 78 77
 
Comparar os gladiadores de escravos com os animais nos circos, onde são bem tratados, pois além de terem os veterinários, eles são bem caros, e ao serem mal tratados, náo só não abdeciam aos seus treinadores como até morreriam, e seria um grande prejuizo para os circos, ora esta comparação não tem minimamente cabimento alguma sr.André................
 
Os que estao por detras dos protestos contra as touradas sao os mesmos que estao por detras dos protestos em favor do direito da mulher controlar o seu corpo...abortando quando lhe apetece!
Mas retiram a mulher o direito de, se quizer, vender o corpo dedicando-se a prostituicao.

Sao os mesmos que acham que a Eutanasia e a Eugenia sao praticas que devem ser bem aceites pelas sociedades mas que fazem protestos em frente das cadeias -- com velas na mao para dar um ar de religioso a protestos quase sempre levados a cabo por ateus e secularistas -- onde a pena de morte e aplicadaa em individuos que cometeram crimes brutais.

Estes individuos sao um contrasenso,nao fazem sentido e tem de ser continuamente desmascarados.
Sao eles os maiores adeptos e fans da nova censura , do novo "Gulag" da Democracia decadente Ocidental, o "Politicamento Correcto" que alastra assustadoramente e ha-de destruir todas as liberdades individuais de poder-se livremente expressar opinioes ou ter-se pensamentos que nao sejam os escolhidos por eles.

Sao os tais grupos que constituem as religioes neo-Pagas promovidas pela "Nova Ordem Mundial" em substituicao das religioes tradicionais. Sao os tais "novos valores' do Politicamente Correcto contra os qauis nao se pode dizer nada, muito menos contesta-los.

Surpreendentemente todos estes cultos, a Ecologia, as Pegadas do Carbono, o Aquecimento Global, etc... sao todos lancados pelo Grande Capitalismo Internacionalista que quer desagregar sociedades e abater o patrioptismno e nacionalsimo dos povos para melhor dominar e maximizar lucros.
E estes imbecsi fazem-lhes o jogo, seguindo com fanatismo que so esquerdistas podem ter, os ditames dos baroes do Grande Capital.
Talvez ate sejam pagos e organizados pelos representantes em Portugal do Grande Capital, o Partido Socialsita.
 
Sr. PNP, eu não fiz essa comparação...eu referia-me à tourada, não aos animais no circo. Mas de qualquer forma também não me venha dizer que são bem tratados...animais de grande porte em jaulas minusculas, se acha que isso é ser bem tratado! E a questão é: são precisos? Não! Veja-se o Cirque du Soleil...
Sr. Abrantes, a escravtura não é um patrimonio historico, tem razão, mas foi. Esperemos é que as touradas que também ainda são um patrimonio historico como refere sejam igualmente abolidas.
 
Da maneira como o sr. fala deve ser vegetariano, só pode, pois se não for, lembre-se que está a comer "cadávares" de pobres animias que foram assassinados...........

Será possível que o sr não seminsurja contra este genocíduo diário? Olhe os hindus, como acreditam na encarnção, nem uma barata matam porque pode ser o "avô"

PNP

www.p-n-p.forumeiros.com

+ 351 93 178 78 77
 
É completamente diferente! Uma coisa é matarem-se os animais (e esperemos nós com o menor sofrimento) para alimentação, outra é ver o sofrimento de um animal numa arena para puro entretenimento (doentio!) de uma plateia.
 
Por esse prisma meu caro amigo, então acabe-se com o Box, e a Luta Livre, e outras modalidades que de um modo ou de outro são igualmente violentas, aos seus olhos. Aí já o senhor não se preocupa, mas procupa-se com os animais que embora tivessem sido ou vivido em estado selvagem hoje vivem de uma maneira diferente.........

As Touradas fazem parte da nossa Cultura e nunca acabarão........


PNP

www.p-n-p.forumeiros.com
 
Como sabe na luta livre e no boxe participam duas pessoas de livre e espontânea vontade...mas fazemos assim caro PNP, quando um touro disser que não se importa de participar na tourada, eu dou-lhe a inteira razão!
 
Sao este "coracoes a sangrar" que hoje temos por todo o lado e que fazem com que as populacoes -- como a de Portugal -- desviem suas atencoes dos problemas importantes que as sociedades tem em frente e desperdicem energia e tempo a defender causas de somenos importancia.

Tudo lhes doi, tudo lhes traz piedade e sofrimento ao coracao.
Sao os animais maltratados, sao as plantas, sao todo o meio ambiente...tudo os leva a chorar.

Nao os vejo chorar -- de vergonha -- pelo seu proprio silencio no caso de coisas como o ABORTO de seres humanos, a EUTANASIA de velhos e deficientes, e quando ignoram os Holocausto que aconteceram ( muitos tem a coragem de nega-los! )e estao acontecendo ( DARFUR) por esse Mundo fora.
Ai suas vozes ou sao debeis ou somem-se o que demonstram conbardia pois so lutam por causas faceis , as que o "Politicamente Correcto" lhes aponta como causas a defender.

Seria bom que estas gentes pudessem todos regressar -- por uns tempos -- a pre-Historia e la tentar viver mantendo a pacifismo e falta de coragem que denotam. Hoje eles tem a vida tao facilitada que ate lhes da para perder o tempo a inventar ou defebnderr causas que nem sequer tem qualquer relevancia para o futuro de um pais.

Todos estes ambientalistas e defensores de direitos de animais -- a negacao de direitos humanos nao preocupa suas pequenas mentes ! -- demonstram nao passar de uns pequeno burgueses elitistas que julgam ser donos da etica e da moral e pensam que detem o monopolio da intelegiencia e do bom senso. Ainda tem muito a aprender !

Renato Nunes
 
Sr. Renato, agradeço-lhe as palavras. No final de todo o debate que tive com o senhor PNP, o seu comentario veio demonstrar o óbvio: eu tenho indubitávelmente razão e, quando os argumentos desaparecem, o melhor é dizer que a questão nem é importante! Eu não passo os meus dias a pensar nisto, agora surgindo este post e discordando completamente tenho todo o direito de manifestar a minha opinião.
 
Caro Sr. Andre:

Garnto-lhe que nao foi meu intuito ofender suas ideias.
Vivo numa democracia ha 40 anos e sei ate onde podem ir as minhas liberdades individuais.
Nunca impediria alguem de ter ou emitir sua opiniao -- que posso bem respeitar mas dela discordar --embora nao negue que, ao dar a minha, espero que ela possa influenciar as opinioes futuras da outra pessoa

Mas nao e por falta de argumentos que eu digo que ha assuntos importantes e outros muito mais importantes.

Debaixo da minha optica vem primeiro a defesa de certos direitos humanos, muito antes da defesa de pretensos "direitos dos animais" .
Estes tem forcosamente de ser secundarios perante a necessidade de se criarem sinergias que levem as pessoas a defender vigorosamente direito e valores humanos, em vez de se quedarem num silencio comprometedor e cumplice ou dispersarem-se e enfraquecerem-se quando se esforcam por defender causas secundarias.

Acho muitissimo mais grave e cruel abortar futuros cidadaos ou eutanizar velhos e doentes. Porem nao noto uma grande vaga de protesto junto de clinicas, hospitais e consultorios medicos denunciando a tais praticas.
Sera que a vida ja e assim tao barata que nao vale a pena ser defendida?

E ainda agora a procissao vai na praca...quando ambas praticas forem aceites abertamente sem que haja gente decente que nao fique silenciosa perante tais actos, tudo indica que a terceira e ultima fase do processo de desumanizacao da vida humana ira comecar.

A repelente e imoral pratica da EUGENIA sera entao legalizada pelos secularistas amorais que estao nos Governos dessa Europa decadente onde o Politicamente Correcto impera.

Sem remorsos e legalmente a sociedade aceitara que sejam mandados liquidar os indesejaveis ! No principio serao so os deficientes. Nao sao economicamente productivos, requerem muita assitencia e custam muito dinheiro a manter vivos. Sao na verdade um peso.
A Pidedade, a Caridade o Respeito pela VIDA HUMANA -- habitos e preceitos Cristaos que estao sendo rapidamente postos de lado por gente amoral e sem FE -- nao terao lugar neste cenario.

A EUGENIA seria aplicada cientificamente e para bem colectivo da sociedade, sendo seus maiores maiores promotores medicos, cientistas, sociologos e, como sempre, alguns politicos.

Ha muito e do conhecimento geral --E MUITOP ESPECIALMENTE DAQUELES QUE LUTAM PARA QUE SE RESPEITE A VIDA HUMANA EM TODAS AS SUAS FASES -- que por detras de todos os HOLOCAUSTOS que tiveram lugar por toda essa "civilizada" Europa estavam tais individuos.

Uma vez aceites o ABORTO e a EUTANASIA, e apenas um passo para que certos conceitos de EUGENIA sejam aplicados e ate expandidos e se comecem a eliminar todos aqueles --ja nao sao apenas os deficientes que sao um peso para a sociedade -- que as elites que detem o poder nao gostam.
Ou porque pensam de uma maneira diferente ou porque se opoem a certos actos e programas, etc..etc... por outras palvras, todos aqueles que se tornam obstaculos incomodos porque insistem em ser livres e humanos e pensar como tal!

Nao creia que eu aceito que sejamos condescendentes a ponto de tolerar a crueldade para com animais. Sao seres vivos criados pelo mesmo poder divino que criou o Homem.
Ate nem sou adepto de Touradas, mesmo que o animal nao seja morto, como e o caso em Portugal.

Mas nao acredito nessa de que os animias no circo sejam maltratados.
Nao e no interesse de um Circo que precisa dos animais para fazer dinheiro tratar mal os animais que lhes dao o ganha pao.

Ha muita coisa inventada e usam-se frequentemente meias verdades quando se quer dar peso a uma causa e jutifica-la.
Algumas dessas causas nao passam de cultos Neo-Paganistas -- inteligentemente usados por politicos pouco escrupulosos e oportunistas -- que apenas servem para transferir sinergias humanas afastando-as de causas validas ( mas que nao agradam aos grupos politicos e economicos no poder ) para causas marginais que os distrai, entretem, e faz com que os participantes se sintam uteis e nao criem serias pressoes para solucionar problemas mais graves dentro de uma sociedade.


Eu se nao gostar de algo ( Touradas por exemplo) nao suporto financeiramente. O meu protesto e este...NAO VOU VE-LAS, mas nao vou impedir que outros que apreciam possam ir ver, livremente e sem ser assediados por bandos de fanaticos auto-nomeados defensores de alegados ou pretensos direitos dos animais.

Se mais fizerem isso so irao as Tourados aqueles que apreciam tal exibicao. Nao ha problema pois tem o seu direito de gostar de touradas, tanto como eu tenho de nao gostar.
Entao porque eu nao gosto nem vou gastar o meu dinheiro a participar como espectador num "Rock Concerts" vou impedir que milhoes que gostam de la ir -- ouvir musica ensurdecedera e letras de cancoes que sao ascorosas ofensivas a mulheres, policias, negros etc... e a estupidamente drogarem-se em publico ! -- nao possam ter a liberdade de escolher ser um bando de imbecis por umas horas ?

Acho que deve haver mais tolerancia sem que porem se abdique de lutar por causas serias. E a causa mais seria que existe para um ser Humano e para uma sociedade que se preze de ser CIVILIZADA...e a VIDA!

Renato Nunes
Carolina do Sul, EUA
 
Sr. Renato eu não me senti de todo ofendido, simplesmente respondi àquilo que normalmente vejo: chega-se a um ponto, e diz-se que a questão nem é importante! Mas afinal não foi assim... (e desde ja quero dizer que pela primeira vez num blog consigo ter um "debate" a serio destas questoes, sem ir para os insultos). Ora bem voltando à questão...eu também não pertenco a nenhum grupo fanático que se poe à porta das praças de touros para protestar. Agora, se eu tivesse poder para isso, proibia o espetar das "varas" nos touros, porque considero que não há justificação para essa violência (e o prazer de ver não é de todo justificação). Como disse atrás, se duas pessoas de livre e espontânea vontade querem andar aos murros, estão no seu direito...mas o touro não disse a ninguém que não se importava que lhe andassem a espetar para prazer de outros, percebe? Agora, se querem andar lá a brincar com o touro de um lado para o outro, contra isso não tenho nada (também o faço com os meus cães, mas não lhes ando a espetar nada em cima). Já agora, também gostava então de discutir a questão do aborto...e sim sou a favor da DESPENALIZAÇÃO do aborto. E acho que é importante realçar esta palavra...ninguém é a favor do aborto, mas sim a favor da despenalização do aborto, simplesmente porque não considero uma mulher assassina por tê-lo praticado. É importante perceber dois pontos fundamentais: em primeiro, um feto até às 10 semanas não é com certeza um ser humano...é vida humana, obviamente, mas não é um ser humano; e em segundo, ter confiança nas mulheres...o aborto não é de todo um processo fácil, e envolve grande sofrimento mental (e físico) e não me parece que nenhuma mulher pratique o aborto "porque sim". Agora, é óbvio que o mais importante é conseguirmos apoiar as famílias (monetariamente por exemplo) para que estes casos diminuam, mas não me parece correcto que se acuse uma mulher por ter tomado essa decisão!
 
Caro Sr. Andre.
Gostei de receber uma resposta sua, que agradeco.
Pois como ja teve tempo de ver o ESTADO NOVO e um Forum civilizado onde se pode dialogar e confrontar pontos de vista sem andarmos todos a batatada ou a chamar nomes improprios uns aos outros.

E assim que devia ser em todos os Forums mas infelizmente nao e.
Ate ja fui expulso de alguns por ser, politicamente, um Nacionalista moderado demais.

Bem, tomei nota do que me diz sobre as Tourados e...respeito sua opiniao.

Tem todo o direito de te-la e eu embora nao seja um activista no assunto tambem nao gosto que crueldade para com os animais sirva de desporto ou deleite das multidoes.
Mas nem todos pensam assim e nao vou impor o meu ponto de vista a ninguem.
Com o tempo, e depois de mais educacao sobre sensitividade muitos dos aficionados comecarao aos poucos abrir suas mentes e a aperceberem-se da crueldade do evento e a voltar as costas ao mesmo.

Sobre o aborto tambem sou a favor da DESPENALIZACAO.
Mas sou acima de tudo CONTRA a pratica.
Ninguem sabe ao certo quando comeca a vida humana, entre a fertilzacao do ovo e o nascimento, mas um FETO TEM VIDA e ao forcar-se a abortizacao do mesmo esta-se destruindo vida ! Hoje ate ja sabemos que o feto ja sente a dor !

Entao nao seria melhor dar mais suporte moral, economico e psicologico a mulher e leva-la a dar a luz a crianca que depois seria adoptada em vez de destruida ?
E que a facilitacao do acto do aborto conduz a abusos morais e eticos repugnantes.
Nao e preciso ser-se religioso ( eu sou agnostico)para o condenar.
Quem defende a Vida Humana tem de defende-la em todas as fases e circunstancias.
Sou tanto contra o aborto como contra a pena de morte.

O aborto provaca, a meu ver, situacoes nefastas entre os quais ressalto as que abaixo enumero e que a meu ver sao as mais nocivas para uma sociedade:

1. Alimenta a irresponsabilidade por parte de homens e mulheres que deixam de tomar as devidas precaucoes no acto sexual aceiatndo que, se a mulher engravidar , pode sempre abortar e safar-se da responsabilidade do trazer ao mundo mais um habitante.
2. Promove a criacao de uma "Industria da Morte", altamente LUCRATIVA ( e UNICO objectivo !!!), constituida por Medicos, Clinicas, Hospitais e centros de aconselhamento que que invariaveolmente empurram a mulher para a solucao "abortar" pois recebem comissoes quando o fazem.
3. Dessensibiliza a sociedade em geral e seus membros mais liberais preparando-a para ter uma maior predisposicao no sentido de aceitar sem reagir ou pensar as tragedias humanas que sao os 2 passos seguintes a aceitacao do abortar...a EUTANASIA e pior ainda a EUGENIA. De certo que sabe o que elas significam e as consequencias tragicas que delas tem advindo a Humanidade, em passado recente.

Por saber a que fins pode conduzir oponho-me o mais que posso a pratica do aborto embora aceite que se uma mulher quiser faze-lo dentro dos parametros defenidos pela lei -- mesmo qunado sabendo de antemao todos os contras e os enormes sentimento de culpa que mais tarde vai sofrer -- deve poder sugeitar-se a tal intervencao sem medo de vir a ser punida. Sera punida sim mas num tribunal superior a todos os criados pelos humanos.
O Tribunal da Consciencia !
Saudacoes
RENATO NUNES
CAROLINA DO SUL, E.U.A.
 
Sr. Renato ainda bem que, no fundo, acabamos por ficar mais ou menos de acordo relativamente às touradas...quanto ao aborto, concordo em muito do que diz. Sou obviamente (como qualquer pessoa, penso) contra o aborto, mas não contra a despenalização do mesmo como já tinha referido. Sera punida pelo tribunal da consciência? Talvez, mas acredito que por isso é importante ajudar estas mulheres (também) psicologicamente. Agora, volto a reforçar, o mais importante é dar "suporte moral, economico e psicologico" de forma a permitir a mulher ter a criança. Relativamente ao feto tenho as minhas dúvidas...não me parece que até às 10 semanas o sistema nervoso esteja a ponto de provocar qualquer dor... e o conceito de vida é complicado, as células estaminais também são vida (humana!) e são essenciais para a cura de inúmeras doenças (ou pelo menos assim se espera). Relativamente à eutanásia e à eugenia tenho muitas, muitas dúvidas!
Abraço
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]