sábado, julho 11, 2009


AS “VERDADES” DA ELISA FERREIRA

Elisa Ferreira foi, recentemente, eleita deputada no Parlamento Europeu pelo Partido Socialista.
Até aqui nada de especial. Contudo, a mesma socialista – deixemo-nos dessa história de “independentes” – é, simultaneamente, candidata e cabeça de lista à Câmara do Porto.
Esta situação tem levantado polémica nas hostes socialistas.
A candidata à Câmara do Porto e deputada europeia afirmou à comunicação social que, abandonará o cargo de eurodeputada se ganhar as eleições para a autarquia portuense.
Não é “se for eleita”. È se for eleita presidente de Câmara.
À SIC disse esta manhã ( 10 de Julho) que não tinha duvidas em renunciar o cargo no Parlamento Europeu se “vencer as eleições no Porto”.
E não teve pejo nenhum – ou deixou escapar a “verdade” … - de afirmar perante as câmaras televisivas que, se não vencer, o lugar de vereadora na oposição não lhe interessas porque “não é remunerado”.
E disse-o claramente.

Aqui está o verdadeiro espírito defensor do Povo de muitos dos nossos políticos.
Primeiro os seus interesses pessoais, depois os interesses do partido e no ùltimo dos últimos uma nesga no interesse e respeito pelo povo eleitor.

È esta gente que nos governa e que define os nossos destinos.
Estamos bem entregues. Lá isso estamos …

Já nem sequer escondem a gula pelo tacho .
Já nem têm vergonha!!!!

Como o leitor sabe sou um “velho” de 57 anos e apoiei como militar o golpe do 25 de Abril.
Agora, sou eu que começo a ter vergonha.
Manuel Abrantes

Comentários:
Acabo de receber um comentário de um anónimo (só podia ser...) que em termos ofensivos se me dirigia.
Sr anónimo tire lá o "vai a merd..) que eu tenho muito prazer de publicar o seu comentário.
MA
 
O OPORTUNISMO ATINGIU O MAXIMO EM PORTUGAL. ESTE E MAIS UM PERFEITO EXEMPLO DISSO !

SO UMA DITADURA QUE PUSESSE O PAIS DEBAIXO DE MAO DE FERRO E PUNISSE ESTA GANDULAGEM "DEMOCRATICA" PODERIA ALTERAR ALGUMA COISA NA TRAJECTORIA QUE PORTUGAL VEM SEGUINDO HA ANOS EM DIRECCAO A AUTO-DESTRUICAO.

COM ESTA CRISE ENTAO ESAT CADA VEZ MAIS PERTO DO DESTINO FINAL !

RENATO NUNES
 
CARO AMIGO
NUNCA O POVO E TRABALHADORES TIVERAM TANTOS E TANTAS A DEFENDE-LO.

BEM SABIA O PROF DR OLIVEIRA SALAZAR...AS ELEIÇÕES SÃO UMA FRAUDE....GRANDE VERDADE.

NÃO FALANDO NOS MORTOS E BEBES NOS
CADERNOS ELEITORAIS.

AS ELEIÇÕES SÃO UMA FRAUDE

UM ABRAÇO

(sem palavras)
 
PORTUGAL-QUE FUTURO?
Leu-se há dias no famoso, conhecido e prestigioso Jornal Internacional "THE ECONOMIST " uma preocupação muito grande com relação a Portugal, que no quadro dos Países da zona euro, em 2007, antes da crise, estava já numa situação de profundo desiquilíbrio. A viabilidade de Portugal, como projecto colectivo susceptível de ser legado ás gerações futuras que nos sucederem é praticamente nulo. Com uma população envelhecida, com uma gestão pésssima,o "THE ECONOMIST" dizia, que das duas uma, ou Portugal cresce, ou morre. Se não vai crescer, como todos sabemos, a sua morte é inevitável, pois nunca poderá resolver os problemas estruturais da sua economia, e de convergir com o resto da Europa. A OCDE, ao contrário do que proclama o governo Socialista das Esquerdas, prevê uma quebra de 4,5% do PIB, para 2009, a receita fiscal já caiu 21% entre Janeiro e Maio, o desemprego deverá ser de 11,2% , e o nosso rendimento per capita é o baixo da Europa.

Além de já ser um país irremediavelmente pobre, Portugal vai acabar por ser um empecilho para o Resto da Europa, logo o estarmos numa encruzilhada e num caminhar para um abismo sem retorno. Agora só nos resta perguntar, o que acontecerá, quando der o último suspiro? A CE tomará conta do País? ou o mesmo será entregue a uma potência Europeia, que a vai governar com mão de ferro, ou será mesmo que Portugal acabe por ser expulso da UE e entregue á sua sorte? Ora muitos portugueses inconscientes ainda , mas já de grilhetas pesadas nos tornozelos,não se apercebem que um dia os nossos filhos e netos exigernos-ão um futuro que náo lhe vamos poder dar........

PNP-Lusitano-Conservador-Cristão
 
Já agora o gostaríamos a de trancrever para aqui o que era a vida política em Portugal,aos olhos do Grande e inesquécível Eça de Queiroz:
Quote:
A política em Portugal é diversamente influenciada pela paixão, pela inveja, pela intriga, pela vaidade, pela frivolidade e pelo interesse.
A política é uma arma, em todos os pontos revolta pelas vontades contraditórias: ali dominam as más paixões; ali luta-se pela avidez do ganho ou pelo gozo da vaidade; ali há a postergação dos princípios e o desprezo dos sentimentos, ali há a abdicação de tudo o que o homem tem na alma de nobre, de generoso, de grande, de racional e de justo; em volta daquela arena enxameiam os aventureiros inteligentes, os grandes vaidosos, os espectadores ásperos; há a tristeza e a miséria; dentro há a corrupção o patrono, o privilégio. A refrega é dura; combate-se, atraiçoa-se , brada-se, foge-se, destoi-se, corrompe-se.Todos os desperdícios, todas as violências todas as indignidades se entrechocam ali com dor e com raiva. Á escalada sobem todos os homens inteligentes, nervosos, ambiciosos.Todos querem penetrar na arena, ambiciosos dos espectáculos costesãos, ávidos de consideração e de dinheiro, insaciáveis dos gozos da vaidade.Unquote
Por Eça de Queiroz in Distrito de Évora em 1867;

O PARTIDO NACIONALISTA PORTUGUÊS-CONSERVADOR-LUSITANO e CRISTÃO, sabe bem dar o valor , pois tem experimentado precisamente este tipo de vivência desde que abriu um Forum no dia 1 de Dezembro de 2008, com o Intuito de fundar um Novo Partido em Portugal.
o que Eça de Queiroz descreve sobre a vivência Política daqueles tempos, é como se vive, ainda hoje, sendo até muito pior,pois enfrentam-se as Esquerdas, e outros movimentos e interesse, assim como ideologias que só nos têm afundado.
ai Salazar, Salazar..........ainda dizem mal de Ti...se pudesses ressusitar.
 
Gostaríamos de transcrever aqui neste Blogue, o qual é lido por muitos nacionalistas, algo de impressionante, pois alguém autoretratou-see pede desculpas ao PNP.....por difamações e calúnias

Quote
Eu, NUNO MARQUES,venho por este meio informar todos os membros do PNP e visitantes do respectivo fórum que as diversas mensagens que apareceram aqui na madrugada de terça para quarta,e noutros Foruns como o www.pnp09.forumeiros.com, atingindo em particular o sr. Rui Barandas não passam de difamações e calúnias.
Pedimos ao todos que não tomem em consideração tais afirmações.

Agradecimentos. Unquote

Segundo fomos informados o tal forum www.09.forumeiros.com até já nem se encontra no ar.


PNP.Conservador-Lusitano-Cristão
 
LOL? Deixe-me la ver se percebi...Elisa Ferreira, caso perca as eleições no Porto pode escolher entre ser eurodeputada ou vereadora na oposição num cargo que nem é remunerado hummm qual será que vai escolher?!...por amor de Deus, devemos defender os interesses do partido e o bem comum mas não exageremos, e não podemos condenar uma escolha óbvia (pelo menos teve a sinceridade de o admitir - coisa rara na classe!). Faça lá um exame de consciência, e ponha-se no lugar dela...e depois diga-me o que escolhia. Não me diga que trabalha de graça, e a sua família alimenta-se por fotossíntese...
 
Sr anonimo
Aceito a sua forma de pensar.
Só que, para mim, a causa publica está acima dos interesses pessoais.
Ninguem vai para a "politica" por obrigação.
E, quando se entra na "causa pública" não é para nos servir , mas para servir.
Ok! (LOL como escreve)- riso, penso eu..., esta é a diferença entre o meu "pensar" polico e o seu.
Mas aceito o seu "pensar".
Manuel Abrantes
 
Causaram hoje grande estardalhaço as tiradas de Alberto João sobre a ilegalização dos comunistas.

Claro que não faltaram logo os argumentos da praxe de que os comunistas portugueses tinham lutado - e muitos deles sucumbido - pela Liberdade e contra a Ditadura.

Bom. Lutaram pela Liberdade, sim, mas pela Liberdade de poderem retirar a Liberdade aos outros, justificando assim a falta de Liberdade que lhes retirava a Ditadura. Como os comunistas lutam, não pela Liberdade, mas pela imposição de uma outra Ditadura, apenas não conseguiram ver o sucesso dos seus intentos.

Portanto as tiradas de João Jardim a pedir que se redija a nossa constituição tem todo o cabimento.
Pois se a mesma condena as ideologias facistas da extrema direita, nós não vemos porque não se deve condenar as mesmas ideologias das extremas esquerdas.
Lá porque a Constituição foi redigida por muitos comunistas, os quais tomaram em consideração defenderem-se a si a ás suas ideologias totalitaristas, iliminando o Facismo, nós no PNP, não vemos porque não se deva de igual modo iliminar o comunismo da mesma. Já basta dos dois pesos e das duas medidas.........

PNP-Lusitano-Conservador-Cristão
www.p-n-p.forumeiros.com
 
Alberto João terá certamente no futuro o cognome de "o ridículo". João, o Ridículo. Hoje não tinha como chamar a atenção da comunicação social e vai daí lembrou-se de atirar mais uma "bomba" de mau cheiro para chamar a si a atenção dos incautos "tugas" para o "mau cheiro" do "ti" Alberto João. Só um tolo para se lembrar da ilegalização do comunismo. Com se pode ilegalizar uma coisa morta? Quem será mais tolo? O "ti" Alberto ou os que lhe dão importância? Tenho dúvidas.
 
Está morta, mas têm deputados na Assembleia da República, e dominam os sindicais provocando todo o tipo de confusão que tão bem sabem fazer............

Iliminá-los seria muito bom (claro que isto nunca aconteceria, mas só de dizer dá um certo prazer)
E pare de tratar o João alberto jardim , por ti e os portugueses por tugas.................
é deselegante, para não usar outo palavreado.......mas o dono do blogue é que sabe melhor.
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]