segunda-feira, agosto 10, 2009



É HORA DE REFLEXÃO

Uns dias de descanso dão para meditar em muitas coisas. E, foi isso, que me sucedeu.
Meditar sobre a vida e sobre tudo o que nos cerca.
Como se aproxima um período eleitoral, com eleições Legislativas e Autárquicas, não podia deixar de meditar sobre os caminhos a trilhar, para nós Nacionalistas.

Sejamos realistas. Para nós, nada vai mudar.
Com Sócrates ou sem Sócrates, com Manuela ou sem Manuela, com Portas ou sem Portas, nada vai mudar em relação a uma sociedade onde impere a Moral cristã, o Amor à Pátria e a Defesa da Família. São estes os valores e os pilares de base da sociedade por nós protagonizada.

Nos dias que correm não é fácil fazer passar a nossa mensagem baseada nestes valores.
Temos uma sociedade individualizada, consumista e, completamente, contrária a estes valores.
Durante os últimos trinta anos foi imposta a ideia de que a Moral Cristã é arcaica, o amor à Pátria é algo do passado e a Família é algo apenas para se recorrer quando se está aflito (e, nem sempre…).

Quem defende os valores por nós, Nacionalistas, defendidos é logo catalogado como saudosista do passado, fascistas, etc, etc.
Nada demais errado!
Respeitamos o passado – seja ele qual for – queremos ordem, disciplina e moral e aceitamos a família como base de uma sociedade.
Defendendo este três princípios não quer dizer que defendamos qualquer tipo de totalitarismo, seja ele qual for.
Contudo, somos críticos a regimes de completo deboche capitalista; regabofe politico/partidário e criador de uma mentalidade social onde impera a falta da ética, do respeito e da tolerância pelo próximo.

Defendendo os nossos princípios, dificilmente, nesta sociedade temos hipótese em fazer passar as nossas mensagens.
È como entrar num campeonato mas jogando sempre na casa do adversário e, ainda por cima, com as regras do jogo impostas por eles. As quais, podem alterar quando querem e lhe apetece.
É difícil. Podem crer…
Isto, referindo-me à criação ou aos já existentes partidos Nacionalistas.

No actual sistema politico/partidário dificilmente temos hipóteses de ganhar voz activa..
Os partidos assumidamente nacionalistas não passarão de pequenas sementeira de flores que dificilmente desabrocharão porque – no actual contexto politico/partidário – são os partidos do sistema que detêm o terreno, os adubos e a àgua.
Podemos semeá-los, mas dificilmente irão crescer.
Claro que me refiro à prática e sistema eleitoral.
E, sempre que concorramos neste sistema a actos eleitorais, nunca passaremos de uma percentagem irrisória. O que nos desacredita, ainda mais, perante o eleitorado.
Será um ciclo vicioso do qual nunca iremos sair.
As eleições e a opinião publica são dominados pelos órgãos de comunicação social. Por sua vez, este, são geridos e dominados por um tipo de gente que não nos deixa crescer.
Assim, nem um “milagre” nos poderá tirar desta situação.

O nosso único caminho é crescermos, não em partidos a pensar em eleições, mas em Movimentos ou Associações (Legalizados e oficializados perante a Lei).
Mas, cada Nacionalista não deve abster-se das eleições. Deve participar activamente nelas como votante, votando no que a sua consciência ditar.
Nenhum Nacionalista deve abster-se de votar.
Manuel Abrantes

Comentários:
Sabia reflexão!
Sardoal
 
Nós já tinhamos reparado na ousadia da 31 da Armada, quando foram até Olivença e penduraram lá, a bandeira portuguesa.

Acabamos agora de assistir o vídeo, onde se registou como é que eles trocaram as bandeiras em Paços do Concelho e digo-vos, que foi uma inspiração, ver a militância destes monárquicos, a gozar com a autoridade dos esquerdalhos regicídas.

Os monárquicos, apesar de divididos actualmente, devem estar de peito cheio e ao mesmo tempo com a revolta no paladar.

Deveríamos seguir-lhes os exemplos, para por a população a falar. Há que agitar as mentalidades conformistas dos portugueses, sobretudo agora, em vésperas de eleições
 
Bem reflectido.
Mas pergunto, e se mais e mais nacionalistas se envolverem politicamente e concorrerem a lugares autarquicos e publicos integrados em partidos ja metidos no sistema?
Com o tempo ganhariam peso dentro desses partidos e talvez conseguissem mudar-lhes a feicao que hoje tem ou pelo menos leva-los a aproximarem-se da Trilogia --em que eu tambem acredito -- que acredito seja a BASE para um ressurgiemnto Nacionalista e para a sobrevivencia da Patria.

Nao sei se estarei a ser sonhador de mais ou se tal sera mesmo possivel dentro do actual sistema montado.

Renato Nunes
 
quem é Patriota e defende a Moral Cristã deverá votar no PPV
Portugal Pró-Vida
 
sinto algum derrotismo...
 
SR Anónimo de cima.
Não existe nenhum derrotismo!
Tenho idéias bem claras para o Movimento Nacionalista.
Sei o que quero, por onde vou e o que quero atingir.
O Nacionalismo é, e continua a ser - para mim -, a ùnica alternativa.
Acredito em estratégias e caminhos.
Acredito nisso !!!!
Contudo, neste fase, não acredito em partidos Nacionalistas a concorrerem a eleições.
Acredito em Movimentos ou Associações - Legais!!! Repito: legais!!! - que unam todos os Nacionalistas.
Nás somos o futuro!!!
Eu acredito nisso e todos temos de acreditar.
Manuel Abrantes
 
E qual a incompatibilidade entre a existência de associações, movimentos, colectivos nacionalistas e um partido que lute no campo eleitoral pela implantação e a implementação do ideal nacional ao nível do Estado?
 
Concordo consigo no que toca à intervenção cívica. Sempre defendi que é importante participar nos moimentos de cidadãos e nas associações culturais e desportivas.
No entanto devemos continuar a apostar no crescimento e na divulgação do parido nacionalista (PNR). Os períodos eleitorais permitem fazer passar a mensagem e o aumento de votos vai dar ainda mais tempo de antena. Sabemos que a corrida é de longa distância, pelo que defendo que todos os nacionalistas se aproximem do PNR, com vista ao seu crescimento ideológico. É hora de passar por cima de factores menores uma vez que a pátria e o povo chamam por nós.
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]