segunda-feira, outubro 12, 2009



RESULTADOS AUTÁRQUICAS PALMELA


Mais uma vez, no concelho de Palmela, a CDU venceu com maioria absoluta. Dos sete mandatos para a Câmara meteu cinco (Presidente + 4 vereadores) e o PS dois.
O PSD perdeu o seu vereador fruto da enorme subida do CDS/PP.
O CDS/PP, que nas ùltimas eleições apenas tinha conseguido 1,34 % do eleitorado à Câmara passou, agora, a ser a terceira força politica mais votada no concelho com 9,76 %. e à frente do PSD.
Pela primeira vez conseguiu eleger autarcas em Palmela. Dois deputados municipais e representantes nas freguesias de Palmela e Quinta do Anjo.
O CDS/PP passou a ter voz (mais do que uma) nos destinos autárquicos desta região.
È certo que esta vitória eleitoral do CDS/PP muito se deve à figura carismática de Otávio Machado. Não conseguiu (por muitos poucos votos) ser eleito vereador, mas conseguiu por o CDS/PP no mapa politico em Palmela.
Isso conseguiu!
As listas do CDS/PP conseguiram outra coisa: - Juntar no mesmo objectivo gente de diferentes quadrantes da chamada direita.
Foi o meu caso pessoal que não sou de esquerda nem de direita mas sim: Nacionalista.
E não vou deixar de me intitular como isso.

Num concelho dominado por internacionalistas comunistas há mais de trinta anos uma (???) voz Nacionalista tem muito trabalho pela frente.
E eu quero encabeçar essa luta.
Manuel Abrantes

Comentários:
Caro
Abrantes,
Desejo-te felicidades, para essa campanha, mas não te esqueças, que toda a península de Setúbal é dominada por uma simpatia "pró-proletária", quem quiser vencer tem de conhecer as armas dos seus adversários, e a mim, parece-me, que o CDS/PP, não tem esse conhecimento, são demasiado "pipis" para isso, para vencer é preciso gente de barba rija, que fale a mesma linguagem do PCP, que os conheça, que os saiba atacar nos seus pontos fracos, daí, que essa zona continue a ser um reduto comunista, até mesmo contra os intentos do todo poderoso PS.
Um abraço.

LUSITANO
 
lUSITANO
Esta luta passa por todos os Nacionalsitas da margem-sul.
Não tem nada a ver com CDS(S) ou qualquer outro.
MA
 
A luta no sentido de reduzir o dominio que o P.C.P. exerce em certas regioes de Portugal nao e impossivel mas e bastante deficil.
Creio que seja mais dificil ainda do que converter uma Testemunha de Jeova a um religiao tradicional.

Requere muita paciencia e persistencia, e sobretudo um esforco colectivo -- da parte dos partidos nao esquerdistas -- no sentido de educar aqueles que vivem obcecados com a ideologia comunista e nao tiveram ainda tempo de ver que hoje nao passam de uma reliquia insolita de um sistema que morreu com a implosao do mundo Sovietico nos anos 90.
Vivem no passado, alias como muitos outros portugueses.

E que os Partidos que se opoem ao P.C.P. lutam por uma ideologia que tentam expandir atraves do convencer outros a aceita-la em bases racionais.

Com o P.C.P. isso nao resulta.
E que nao se trata de lidar com uma ideologia mas sim de um culto religioso criador de fanaticos cujo cerebro foi lavado e que muito dificilmente abrem os olhos para se aperceberem que o seculo XX ja passou ha quase 10 anos.

Dai que o P.C.P. consiga continuar a manter tao forte posicao em certas autarquias.
Os portugueses em geral ja em si tem tendencias a actuar como rebanho.
Os comunistas portugueses esses sao 100% cafila seguidora de sacerdotes endeusados por uma ideologia que no fundo e um culto religioso com seus Deuses e Santos glorificados pelo famoso culto da personalidade.

De qualquer modo apras-me verificar a subida geral do CDS-PP em Portugal.
Espero que os seus lideres se tornem mais abrangentes e aceitem dar um pouco mais de atencao aos milhares de nacionalistas que neste momento vagueiam sem rumo certo num verdadeiro deserto politico. Se cativados eles poderiam reforcar o CDS ainda mais.

Renato Nunes
 
«E que os Partidos que se opoem ao P.C.P. lutam por uma ideologia que tentam expandir atraves do convencer outros a aceita-la em bases racionais.»

Que ideologia é essa sr.Nunes, o demo-liberalismo?
 
ANONIMO:
O Sr. sabe bem a resposta mas vou dizer-lheuma vez que ha varias ideologias envolvidas:

PS - vende um Socialismo falso --que imita superficialmente o mesmo Cristianismo que tenta destruir --mas entrega-se de alma e coracao ao neo-liberalismo e a bem aservir o Grande Capital Globalista.
Seus lideres enchem-se a troco de serem lacaios fieis.

PSD - vende um centrismo neo-liberalista que no fundo e identico aquilo que o PS vende.
E como eu costumo dizer acerca do PSD, sao apenas a outra face de uma mesma moeda. Na pratica ha pouca diferenca de fundo entre ambos.

BE - tenta impingir uma ideologia quase pre-historica, basicamente Trostskista -- que pegou durante uns anos na USSR ate que Estaline a liquidou de vez ! -- que nunca, mas nunca, governou em lado algum.
O B.E. e um partido de intelectuais e academicos pequenos burgueses orientados para o gosto do Estado grande e burucratico tipo "Big Brother" onde todos eles podem arranjar tacho e partilhar o poder. Sao a favor da nacionalizacao dos meios de producao -- a ideologia cega-os de tal manertrta que apesar do leveado Q.I. colectivo do BE seus lideres parecem nunca se ter apercebido que tal nao cria riqueza, destroi-a !-- e contra a propriedade privada que deve ser consfiscada ( menos as deles ) para bem, claro, do ...Povo !

Todos tem algo em comum. Isto e, estao sedentos de poder e de ter tachos que lhes paguem bem.
Todos querem gov ernar nao para bem servir Portugal mas para servirem-0se a leels proprios primeiro e acima de tudo.

Desculpe a explicacao ter sido longa mas nao era possivel resumi-la sem perder o fazer sentido.

Renato Nunes
 
E onde fica o CDS nisso?
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]